Desfile Maçônico

A duas lojas maçônicas também estivera presente na avenida. Clique aqui e confira!

Parada Militar

13º BPM ostra na avenida, viauras e contingente. Clique e Confira!

A Banda de Padre Zéo

Banda Filarmônoca Con~ego Manoel Firmini, abre os desfiles de 07 de setembro. Clique e Confira!

O Sete de Setembro

Desfile cívico-militar em Itaporanga. Clique e Confira!

Quase um século de Exitemcia

O famoso fotográfo, Zé Barros, comemora seu 93 anos. Clique aqui e confira!

População de Itaporanga aumentou

Segundo IBGE Itaporanga aumentou 1125 habitantes e subiu uma posição na Paraiba. Clique e Confira!

Tentativa de homicídio

Acusados de planejar assassinato foram autuados e já estão recolhidos à cadeia de Itaporanga.Clique aqui e confira!

Campeonato Paraibano

FPF divulga tabela da Segunda Divisão do Campeonato Paraibano. Clique aqui e confira!

Os pés de manga vô Zé Lúcio

Artigo de Rainério sobre os causos se seu avô. Clique aqui e confira!

Falta de conexão

Pedimos desculpas a nossos assíduos leitores pela falta de atualização nos últimos dois dias no Portal do Vale. Clique aqui e confira!

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

TSE nega pedido de Dilma de censurar matéria no site de Veja


O ministro Admar Gonzaga, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), negou nesta terça-feira ação da presidente-candidata Dilma Rousseff (PT) que tentava impedir que o Google listasse nos resultados de busca a reportagem “Dez fatos econômicos que você precisa saber antes de votar”, publicada no site de VEJA em 3 de outubro. Embora a decisão tenha sido tomada com argumentos técnicos, sem análise do mérito da tentativa de censura do PT, o magistrado confirmou a defesa da liberdade de expressão e o direito de o eleitor ter acesso a informações como a piora dos indicadores econômicos e as possíveis consequências disso para o país a partir do ano que vem.

Para o Google, qualquer monitoramento prévio de conteúdo, como exige a presidente-candidata, representa uma afronta à Constituição, que assegura “a livre expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação”. Também viola o artigo 220 do texto constitucional, segundo o qual “a manifestação do pensamento, a criação, a expressão e a informação, sob qualquer forma, processo ou veículo não sofrerão qualquer restrição”, e o artigo 19 do Marco Civil da Internet, que combate a censura prévia.

Na tentativa de impedir que o Google reproduzisse a reportagem em suas opções de busca, o PT alegou à Justiça que a reportagem, que retrata fatos incontestes – como a alta do dólar, a crise no setor elétrico e o desastre das contas públicas – "se voltou à critica exclusiva à candidata (...) à beira do dia do pleito”. O PT foi além: disse ainda que o texto jornalístico teria o “propósito de interferir na vontade do eleitor antes do voto”. Nem o site de VEJA nem a Editora Abril, responsável pela publicação do conteúdo eletrônico de VEJA, são partes do processo.

Além da retirada da reportagem das opções de busca do Google, a campanha da petista pediu a aplicação de multa de até 30.000 reais ao Google caso o texto não fosse retirado do ar. Na argumentação utilizada para tentar censurar o Google, a coligação de Dilma Rousseff alegava que teria havido violação da Lei 9.504/97, que estabelece normas para as eleições, por considerar que a reportagem deveria ser enquadrada na categoria de “propaganda eleitoral”.

Em sua defesa, o Google Brasil afirmou ao TSE não possuir "qualquer ingerência sobre o conteúdo publicado, não sendo capaz, portanto, de removê-lo, editá-lo, nem mesmo fornecer quaisquer dados sobre o usuário responsável pela criação e posterior postagem de conteúdo”. Para a empresa, não é possível que ela determine a remoção do conteúdo da reportagem por não ter qualquer ingerência sobre o site de VEJA.

Veja 

Divulgado o resultado da segunda etapa do concurso da PM e dos Bombeiros


Já está disponível a partir desta terça-feira (21) o resultado final da segunda etapa do concurso para soldado da Polícia Militar e no Corpo de Bombeiros da Paraíba.

A relação com os nomes consta na edição desta terça do Diário Oficial do Estado. Veja aqui.

A seleção continua agora com o exame de saúde, que verifica as condições físicas e mentais dos candidatos, necessárias para o desenvolvimento das atividades na segurança.

O concurso da PM e dos bombeiros teve mais de 58 mil inscritos, disputando uma vaga com remuneração de R$ 2,5 mil.

Assessoria

O cutista e petista que preside a ANA adere ao terrorismo eleitoral da água. Quem está no lodo é a República


O PT tentou dar o golpe eleitoral da água no primeiro turno em São Paulo, com a ajuda de setores militantes da imprensa. Falhou. Passou por uma humilhação eleitoral inédita. Agora, tenta duas coisas: disputar o segundo turno no Estado e jogar a crise hídrica nas costas de Aécio Neves — ou dos tucanos. E conta, para tanto, com o apoio asqueroso da ANA — Agência Nacional de Águas, que deveria ser isenta e apartidária. O PT age de modo coordenado com aqueles mesmos setores do jornalismo. As evidências estão em toda parte. Há dificuldades de abastecimento em São Paulo? Há, sim. Há racionamento e falta generalizada de água? A resposta é “não!” Ao contrário do que se noticia, a gestão da crise feita pelo governo e pela Sabesp, até agora, foi virtuosa: conseguiu uma economia correspondente ao racionamento sem criar as dificuldades inerentes a esse tipo de procedimento.

A crise hídrica existe, sim, e, por óbvio, não é culpa do governador. Até porque não se limita a São Paulo. Sem chuva, o Estado terá fornecimento regular de água até março. No Rio, segundo o governador Luiz Fernando Pezão, pode haver problema de abastecimento já no mês que vem. O motivo é o mesmo: falta de chuva. Aliás, se não chover o mínimo necessário, haverá também falta de energia. E aí eu quero ver o que vai dizer Dilma. Ocorre que, assim como o PT usa a doação de Bolsa Família para ganhar votos, tenta usar a falta de água com o mesmo fim. E, reitero, com o apoio quase unânime da tal “mídia”, que o partido costuma chamar de “golpista”. Se for golpista, ela o é porque majoritariamente petista. Pois é…

Nesta terça, o presidente da ANA, o petista e cutista Vicente Andreu, participou de uma audiência na Assembleia Legislativa, promovida pela bancada do PT na Casa. Raramente se viu coisa tão asquerosa. Ficou evidente, de maneira inequívoca, o mal que faz o aparelhamento do Estado. Referindo-se às dificuldades hídricas de São Paulo, Andreu resolveu fazer terrorismo e afirmou que, se não chover, a Sabesp terá de tirar água do “lodo”. Sim, ele estava em busca de uma palavra forte. E achou. No lodo, quem está é a ANA.

O cutista Andreu não parou por aí. Referindo-se à retirada de água do segundo volume estratégico, JÁ AUTORIZADA PELA AGÊNCIA QUE ELE PRÓPRIO PRESIDE, afirmou: “Eles querem tirar o segundo volume morto, ou seja, a pré-tragédia. Eu costumo dizer assim: ‘É como se cidadão fosse para o cheque especial e não avisasse a família que está com problema. Sem alternativa, ele quebra o cofrinho da filha, mas mantém a mesma condição financeira’”.

É uma fala nojenta, própria de quem está fazendo campanha. O que o senhor Andreu está querendo é criar um factoide eleitoral. Se é essa a sua opinião, por que a ANA autorizou o uso da água do segundo volume estratégico? Que recusasse! A propósito: se essa reserva não serve para momentos agudos de crise, serve pra quê?

O espantoso é que sua fala, que deveria causar repulsa em qualquer pessoa razoável, foi reproduzida como se ele fosse o portador da razão. Reitero: Andreu resolveu fazer terrorismo eleitoral com uma decisão tomada pela agência que ele próprio preside. A audiência foi marcada na Assembleia pelos petistas para virar peça de campanha. E virou. Disfarçada de jornalismo.

No lodo, quem está é a ANA!

Por Reinaldo Azevedo

Natalia Kalchuk nua na Playboy da Ucrânia, outubro de 2014

A loira Natalia Kalchuk nua na Playboy da Ucrânia, outubro de 2014. veja abaixo todas as fotos.












Embelezado

Ninguem Consegue Fugir da Vida

PENSE NISSO! MAS PENSE AGORA MESMO
.........................................................................................
Ninguém Consegue Fugir da Vida
(Reynollds Augusto)

A questão da vida e da morte sempre intrigou o ser humano. Mais do que a morte, a vida é um grande mistério. Espíritos imortais que somos, criados na madrugada do tempo, simples e sem saber, estamos nos movimentando para adquirir experimentos do sentir e do saber. Até rimou.
De vez em quando, aqui no Vale do Piancó, o noticiário local dá conta de que um dos nossos irmãos suicidara-se. É interessante que quando o fenômeno acontece próximo de nós, ficamos circunspectos, ensimesmados, tristes. Como alguém tão próximo, que produziu tanta vida, pode ter ceifado o bem mais precioso de toda a Terra?
Não há respostas convincentes. Depressão? Tristeza? Melancolia?
A grande verdade é quando pensamos em dar cabo ás nossas vidas, o objetivo primeiro é se livrar do sofrimento, da prova, da expiação. É uma fuga, que definitivamente não acontece de verdade, pois nós não somos o corpo e sim estamos no corpo. É uma atitude grave, pois só quem pode tirar a nossa vida é Deus, a ordem natural. Saímos mais compromissados e como não é possível fugir do progresso próprio, voltaremos ao palco terrestre em condições menos favoráveis.
Eu, do alto da minha ignorância, não saberia dizer se é mais grave matar, ou matar-se. Talvez matar-se. Pois a decisão impensada ocasiona graves efeitos á vida daqueles que conviviam conosco. É uma prova de egoísmo, um das chagas da humanidade ou uma profunda falta de fé. Não essa fé equivocada das religiões. Mas aquela certeza íntima de que o “Pai” quer o melhor para os seus filhos e que as dificuldades na vida, são reações do que somos e do que pensamos, sendo passageiro o experimento, mas necessário
“Quando mais se adentra a madrugada, mais próximo está o alvorecer de um novo dia”. Gosto dessa frase. Em um minuto apenas, tudo muda. Enquanto estamos sofrendo Deus está providenciando o auxílio.
A perda de entes queridos é um dor que atinge a todos. Representa um prova ou uma expiação, sendo fenômeno comum da lei. O “cabra” nasceu, começou a morrer. Mas só o corpo morre.
Estamos todos na contagem regressiva e não adianta antecipar essa volta porque o“intensivão”, por mais longo que aparenta ser, é curto demais e aproveitá-lo o máximo possível é a certeza de que subiremos mais rápido um degrau da escala da evolução.
Resta-nos orar. Vibrar e pedir a Deus para que ele possa ajudar a suicida a reencontrar o seu caminho o mais rápido possível.
Alguém da minha infância fugiu da vida. Mas essa é uma fuga falsa.
A nossa meta é a felicidade.
Que ela encontre a sua, pois a vida continua;
PENSE NISSO! MAS PENSE AGORA MESMO.

Angélica – Propriedades medicinais desta planta


Planta alta e elegante nativa do norte da Europa, a Angélica  é facilmente encontrada em locais frios e úmidos, sendo às vezes considerada até selvagem. Suas folhas são verdes, extremamentebrilhantes e possuem um recorte irregular. Pode chegar até os dois metros de altura e algumas vezes nascem em grupos de até cinco plantas. Possui caule oco (na cor vinho) e um serrilhado em sua margem. Suas flores são esverdeadas e amarelas, numerosas e pequenas e são agrupadas em sequências globulares (como um brócolis). É uma planta bianual que se propaga sozinha, dando flores de três em três anos (depois desse período a planta morre). A Angélica possui aroma intenso e bastante agradável.

Pouco se fala sobre esta planta, mas como quase sempre, a natureza nos oferece ela como mais uma erva cheia de benefícios, tanto para a saúde, quanto para o uso comercial. O caule e as sementes da Angélica servem para dar cheiro aos confeitos, enquanto as folhas são usadas na fermentação de cervejas amargas. Já a planta por um todo possui diversas propriedades medicinais, como o uso contra o desconforto digestivo, a anorexia, bronquites, cólicas e cãibras. Porém, justamente por ser uma planta ainda pouco conhecida e estudada, alguns cuidados e contraindicações precisam ser levados em consideração.

fonte;remedio caseiro

Como usar a Angélica
Não deve ser consumida em excesso (como qualquer outra planta), pois em altas doses o óleo dela é tóxico, podendo provocar paralisia no sistema nervoso e câncer na pele, pois pode causar dermatites ao contato solar, podendo evoluir bruscamente. Lembre-se também de que nenhum tratamento, por mais natural que seja, deve ser feito sem a ajuda de um profissional.

Quem não deve usar
Pessoas que possuem algum tipo de úlcera, mulheres grávidas ou no período de amamentação, crianças que apresentam problemas neurológicos (como a epilepsia) e pessoas que já o tem ou apresentam sinais de mal de Parkinson.

Benefícios da Angélica
Ajuda na diminuição de dores na cabeça e dores dorsais.
Diminui sintomas de melancolia, prevenindo problemas maiores como insônia, ansiedade oudepressão.
Atua na liberação dos líquidos que ficam retidos no corpo, ajudando então no emagrecimento.
Diminui a necessidade do vomito. Consequentemente ajuda a diminuir problemas digestivos, dores intestinais e a falta de apetite.
Alivia cólicas.
Ajuda pessoas que possuem asma.
Se aplicada externamente, ajuda a diminuir a sensação de dor nos ossos (como nos casos de reumatismo).

terça-feira, 21 de outubro de 2014

Chuva de meteoros deve continuar sendo vista na Paraíba até esta quinta


Alguns paraibanos que passaram a noite literalmente em claro nessa madrugada da segunda (20) para a terça (21) só para tentar presenciar um novo clarão no céu, puderam ver os pontos luminosos e viver o fascínio de contemplar o evento astronômico.

Esta é a segunda vez neste mês em que o clarão, segundo estudiosos provocado por resquícios do cometa Halley, ilustra o céu do estado.

A novidade é que mais uma vez o clarão pode ocorrer nesta quinta (23).

Quem não chegou a contemplar o clarão deve ficar atento às estrelas até a quinta, as chances são de ver até 20 meteoros por hora cruzando o céu. O fenômeno, que leva o nome de Orionídeas que começou no dia 9 deste mês e vai até o dia 29 está em ponto de ápice.

O efeito no céu é ocasionado porque a Terra está passando pela região no espaço onde o cometa Halley deixou seus rastros de poeira; é como se o planeta estivesse passando por uma nuvem de detritos.

Em João Pessoa, assim como em todas as outras partes do Brasil, o fenômeno poderá ser observado, a melhor hora para contemplar o fenômeno é por volta das 22h (horário da Paraíba), quanto mais distante das grandes cidades mais fácil é a visualização devido a menor poluição luminosa. A Nasa disponibiliza o monitoramento ao vivo do espaço para que se possa observar o fenômeno melhor.

Portal Correio

Antonio Fagundes, antigo apoiador do PT, se diz decepcionado e reclama que o partido encontrou novas formas de roubar


É, a imagem do PT realmente não está muito boa, antigos apoiadores do partido tem se manifestado contra o governo e criticado a sigla, o ultimo caso é o ator Antônio Fagundes, confesso apoiador do PT, que, em entrevista à revista Isto É, falou sobre o atual cenário político brasileiro e de sua decepção com o Partido dos Trabalhadores.

Em suas palavras – “Sempre dei meu apoio para a turma do PT. Enquanto estava no Legislativo, tudo bem. Quando botaram a mão na grana, começou a acontecer, infelizmente, o que acontece com todos os outros partidos. É uma pena que o PT tenha entrado nisso, era realmente uma possibilidade de mudar a cara do País. Eu esperava um partido íntegro, que tivesse um sentido de ética muito forte e que impedisse as pessoas de roubar, e não que abrisse outros caminhos de roubo”

Fagundes também falou sobre a leviandade na política e ideologias que parecem supérfluas, como exemplo o ator citou José Serra, que parece estar querendo mudar de partido, Antonio Fagundes questionou se Serra teria mudado sua ideologia.

“Você tem 30 e tantos partidos e não sabe o que eles pensam, de onde vieram. Sabe que são sustentados pela venda de votos e do espaço a que têm direito na televisão. O (José) Serra (PSDB) já está querendo ir para outro partido; é um absurdo. Se o cara está saindo de um partido e indo para outro, ele mudou de ideologia? Porque o certo é cada partido ter sua ideologia, uma forma de resolver os problemas que a sociedade apresenta. Mas política no Brasil é uma zona, tem alguns partidos e alguns políticos que, pelo menos, deveriam ter vergonha na cara. Serra, me desculpe, mas fique quietinho no seu partido” Para ter acesso a entrevista na íntegra acesse www.istoe.com.br

Outros artistas também já se manifestaram, confira alguns casos:
Antes de morrer Zé Wilker deixou um vídeo falando, inclusive, sobre o governo – “Essas pessoas representam o que há de pior no caráter nacional!”
Atriz global diz que já foi eleitora do PT mas partido “arrasou o país” e “Lula é um covarde”
Ator diz que demorará gerações para que o mal que Lula fez ao país seja revertido. Assista

 Com informações de Istoé

TCE julga 14 contas de Prefeituras e três de Câmaras

O Tribunal de Contas da Paraíba vai se reunir, nesta quarta-feira (22), para o julgamento de processos relacionados, entre outros, à prestação anual de contas de 14 Prefeituras e três Câmaras Municipais.

A pauta de julgamentos ainda tem as contas de 2011 da Companhia de Água e Esgotos do Estado, a formalização de processo para acompanhamento da gestão da Secretaria de Estado de Comunicação Institucional e processo atinente à Inspeção Especial de Contas na Secretaria de Estado da Saúde.

Terão as contas de 2012 verificadas pela Corte os ex-prefeitos de São Bento (Jaci Severino de Souza), Poço de José de Moura (Manoel Alves Neto), Diamante (Hércules Barros Mangueira Diniz), Santana dos Garrotes (José Alencar Lima), Parari (Solange Aires Caluête Guimarães), São João do Cariri (Roberto Pedro Medeiros Filho), Uiraúna (Geraldo Luiz de Araújo), Cabedelo (José Francisco Régis), Rio Tinto (Magda Celi Fernandes Gerbasi) e São João do Tigre (Eduardo Jorge Lima de Araújo).

Também, os atuais prefeitos de São José dos Cordeiros (Fernando Marcos de Queiroz), São José do Brejo do Cruz (Aldineide Saraiva de Oliveira), Nova Olinda (Maria do Carmo Silva) e Zabelê (Íris de Céu de Sousa Henrique). As Câmaras Municipais com processo de prestação das contas de 2012 na pauta do TCE são as de Itaporanga, Taperoá e Bayeux.

As sessões ordinárias do Tribunal de Contas do Estado ocorrem às quartas-feiras, a partir das 9 horas, com acesso público permitido e transmissão ao vivo pela internet (www.portal.tce.pb.gov.br).

Ascom 

PB é 3º Estado no Brasil em número de professores capacitados pelo Proinfo


O Estado da Paraíba é o terceiro do Brasil em número de professores capacitados participantes dos cursos do Programa Nacional de Tecnologia Educacional (Proinfo) em 2014, segundo informações do Ministério da Educação (MEC). Cerca de 12 mil professores já participaram das formações dentro dos cursos do Proinfo Integrado, que são “Introdução à Educação Digital”; “Ensinando e Aprendendo com as TICs” e “Elaboração de projetos e Redes de Aprendizagens”.

O Proinfo Integrado é um programa do Governo Federal que no Estado da Paraíba está inserido na Secretaria de Estado da Educação (SEE), na Gerência do Programa das Tecnologias Educacionais (Proted). Este programa visa distribuir, através do MEC, laboratórios de informática para as escolas da rede pública, além de capacitar o educador para utilizar estes recursos tecnológicos.

Entrega de Netbooks – Durante esta semana a Secretaria de Estado da Educação (SEE), por meio do Programa das Tecnologias na Educação – Proted/Proinfo está realizando a entrega de 1.200 computadores (netbook) aos professores da rede estadual de ensino que participaram do curso do Projeto Educador Digital no primeiro semestre deste ano.

Essa ação vem sendo realizada desde 2011 e já foram entregues 12 mil netbooks, contemplando professores de todo o Estado. A entrega está acontecendo na sede dos Núcleos de Tecnologias Educacionais (NTE), localizados nas cidades de João Pessoa, Campina Grande, Patos e Cajazeiras.

“Trata-se de uma iniciativa que visa contribuir com o desempenho do professor diante da tecnologia de informação e comunicação, como também com o uso dessa tecnologia em sala de aula no processo de ensino e aprendizagem, numa proposta de inclusão digital”, explicou o coordenador do Proinfo na Paraíba, Isidro Alves.

Folha do Sertão

Creche municipal de Coremas comemora dia das crianças em grande estilo. [FOTOS]


As 70 crianças que estudam na Creche Municipal Sinha Nunes, com faixa etária entre 1 e 4 anos, saíram da rotina escolar e vivenciaram momentos inesquecíveis em homenagem ao dia das crianças, comemorado tradicionalmente no dia 12 de outubro. 

A série de atividades começou às 15:00h e se estendeu por toda tarde, até às 17:00h. A alegria contagiou alunos, pais e professores, que não deixaram cair o ânimo em nenhum momento.

CLICK AQUI E VEJA AS FOTOS

Ascom 

Segundo o Denatran, 200 municípios paraibanos ainda não contam com autonomia para regulamentar, executar e fiscalizar o trânsito.

Alhandra está na lista de adesão à municipalização do Denatran, porém, a aplicação do sistema constante no papel não evoluiu na prática

Motoristas sem cinto de segurança, estacionamento conforme a conveniência, motociclistas sem capacete e pedestres em risco devido à ausência de sinalização horizontal. Esse é o cenário desordenado das vias públicas de 200 municípios da Paraíba que não contam com municipalização do trânsito. 


De acordo com o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), apenas 23 cidades paraibanas implantaram o sistema, mas em alguns casos a autonomia para regulamentar, executar e fiscalizar o trânsito não saiu do papel.

Um bom exemplo disso é verificado em Alhandra, no Litoral Sul, que possui uma frota de mais de 3.200 veículos licenciados pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PB). As poucas placas de sinalização existentes na área urbana são ignoradas pelos condutores que estacionam em locais proibidos e até em calçadas, entre outros desrespeitos ao Código de Trânsito Brasileiro (CTB). A falta de semáforo também contribui para o caos no trânsito.

Para o comerciante Adailton Pereira, dirigir sem cinto de segurança é normal em Alhandra, mesmo sabendo que é uma norma de segurança prevista no CTB, mas reconhece que a falta de um órgão fiscalizador dificulta a fluidez do trânsito no local.

“Cada um que queira passar primeiro com o carro. Ninguém gosta de dar à vez. Se tivesse sinalização, sinal de trânsito e uma fiscalização iria melhor o tráfego de veículos”, relatou.


Alhandra está na lista de adesão à municipalização do Denatran, com a implantação do Departamento Municipal de Trânsito (DMTran), porém, a aplicação do sistema constante no papel não evoluiu na prática. Por esse motivo, há um projeto de lei (nº 09/2014) na Câmara Municipal, que trata da alteração e criação da Superintendência Municipal de Trânsito e Transportes Urbanos (SMTran), desde maio deste ano, aguardando aprovação, segundo o secretário de Administração, Severino Rufino. “O objetivo da prefeitura é instituir a SMTran e órgãos de apoio para organizar o trânsito municipal da nossa cidade, proporcionando segurança e fluidez viária, assegurando ainda a qualidade dos sistemas de transportes públicos de passageiros, dentro da Política Nacional de Trânsito e do Plano Nacional de Mobilidade Urbana”, declarou.

Embora o CTB tenha tornado a municipalização do trânsito obrigatória há 16 anos, a falta de penalidade para quem não cumpre a lei deixa 89,6% da Paraíba descoberta de qualquer controle e fiscalização sobre os veículos que circulam nas 200 cidades ainda não municipalizadas. Com isso, a Polícia Militar (PM) acaba acumulando funções, fazendo o policiamento ordinário e agindo no trânsito, quando necessário.

De acordo com a assessora de comunicação institucional da PM, tenente Nayara Felinto, os militares atuam dentro de suas competências, conforme prevê o CTB. Ela acrescentou que a PM conta com o Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTran), que mesmo com sede em João Pessoa, atua no Estado por meio de cinco Companhias de Trânsito e duas Companhias de Policiamento Rodoviário (CPRVs). Já os municípios que não contam com sede das companhias recebem o apoio das localizadas mais próximo.

Lista de cidades paraibanas que possuem o trânsito municipalizado, segundo o Denatran

Alhandra, Aroeiras, Barra de Santana, Bayeux, Cabedelo, Cajazeiras, Campina Grande, Fagundes, João Pessoa, Lagoa Seca, Mamanguape, Patos, Piancó, Pitimbu, Pombal, Salgado de São Félix, Santa Helena, Santa Rita, São Mamede, Sapé, Serraria, Soledade, Sousa.

Jornal da Paraíba

O HERDEIRO: Imprensa nacional liga conquista de campeão de votos na Paraíba a sobrenome famoso

Na eleição deste ano, em que a renovação na Câmara dos Deputados ficou em 43,5%, chama a atenção o fato de terem algum grau de parentesco com políticos de destaque de seus estados os parlamentares campeões de votos. A Agência Brasil destacou o jovem paraibano campeão de votos Pedro Cunha Lima (PSDB), que obteve 179.886 votos nas eleições 2014, e é filho do senador Cássio Cunha Lima e neto do ex-governador Ronaldo Cunha Lima (In memória).

Segundo levantamento, a vitória de Pedro como a da maioria dos campeões de voto no Brasil foi bastante facilitada pelo sobrenome e pela herança política. Em âmbito nacional numericamente, Celso Russomano, eleito pelo PRB de São Paulo, foi o que conseguiu o maior número de votos entre os candidatos a deputado federal. Russomano, que foi deputado federal por quatro legislaturas, conquistou 1,52 milhão de votos (7,26%).

O segundo mais votado numericamente foi Tiririca (PR-SP), que conquistou pouco mais de 1 milhão de votos (4,8%) dos votos válidos de São Paulo. Em 2010,Tiririca recebeu 1,3 milhão de votos.

Artur Bisneto, do pelo PSDB do Amazonas, que recebeu 15,13% dos votos no estado, maior percentual de votos válidos para deputado nesta eleição, é filho do ex-senador e atual prefeito de Manaus, Artur Virgílio Neto. O segundo maior percentual de votos, 14,95%, foi para Shéridan (PSDB-RR), esposa do ex-governador de Roraima José Anchieta. Com 12,57% dos votos de Mato Grosso do Sul, o ex-governador Zeca do PT foi o campeão de votos no estado.

Walter Alves (PMDB-RN), que estreia na política nacional, eleito com 12,09% dos votos válidos do estado, foi o quarto mais votado proporcionalmente no país. Walter Alves é filho do atual ministro da Previdência Social, senador Garibaldi Alves Filho. Dulce Miranda (PMDB-TO), que obteve 10,36% dos votos válidos do estado, um dos maiores percentuais do país, é casada com o governador eleito, Marcelo Miranda.

Rejane Dias, do PT do Piauí, que ficou com 7,74% dos votos válido do estado, é casada com o governador eleito, Wellington Dias. Outro novato na política nacional é o deputado eleito JHC (SD-AL), que conquistou 9,81% dos votos válidos de Alagoas. Ele é filho do deputado federal João Caldas (SD-AL), que neste pleito foi disputou uma candeira no Legislativo estadual. Na Paraíba, o mais votado proporcionalmente, com 9,29% dos votos válidos, é Pedro Cunha Lima, do PSDB, filho do senador e candidato ao governo do estado, Cássio Cunha Lima, que passou para o segundo turno.

Alguns veteranos da política nacional, que estavam fora do Parlamento, voltarão à Câmara no ano que vem, com expressivas votações proporcionais. É o caso de Fraga (Alberto Fraga), do DEM que voltará à Câmara Federal com 10,66% dos votos válidos do Distrito Federal, e do cearense Moroni (Torgan), também do DEM, que obteve novo mandato com 6,36% dos votos do estado.

Outros eleitos com grande votação em seus estados já são deputados: Jair Bolsonaro (PP-RJ), com 6,1%; Esperidião Amin (PP-SC), com 6,8%; Eduardo da Fonte (PP-PE), com 6,33%; Marinha Raupp (PMDB-RO), com 7,69%; Luiz Carlos Heinze (PP-RS), com 2,76%; Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA), com 3,35%; Nilson Leitão (PSDB-MT), com 8,78%: e Reginaldo Lopes (PT-MG), com 3%.

E você amigo internauta, acredita que o jovem Pedro Cunha Lima desempenhará um mandato atuante em Brasília? Opine no espaço destinado aos comentários.

PB Agora

Engajamento da Rede Paraíba na campanha de Cássio é motivo de Ação perante o Tribunal Regional Eleitoral


A Coligação A Força do Trabalho, encabeçada pelo Partido Socialista Brasileiro (PSB), vai impetrar uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral junto ao Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) por abuso de poder de mídia em razão do engajamento da Rede Paraíba de Comunicação em favor da candidatura do senador Cássio Cunha Lima (PSDB) ao Governo do Estado. Para a coligação, é criminosa a forma pela qual o sistema resolveu se engajar na campanha eleitoral do tucano, em desfavor da candidatura socialista.

De tão engajado, o Jornal da Paraíba, um dos veículos do grupo, chegou a debochar do eleitorado paraibano ao expor manchete “decretando” empate na pesquisa IBOPE que trouxe Ricardo Coutinho com 48% da intenção de votos e Cássio Cunha Lima com 42%. Sem contar as diárias acusações irresponsáveis de supostas irregularidades no Governo e na campanha do PSB, a maioria extraída do conteúdo do guia eleitoral do próprio candidato tucano, como se fosse uma extensão da comunicação do PSDB.

Na edição desta terça-feira (21), o Jornal da Paraíba chega a provocar a própria Justiça Eleitoral, expondo manchete sobre tema explorado no guia do candidato do PSDB, que foi vetado em razão do conteúdo calunioso e discriminatório.

Artigos de colunistas e programas de rádio tendenciosos completam a artilharia que a Rede Paraíba de Comunicação dispara contra o candidato Ricardo Coutinho. As denúncias contra o senador Cássio Cunha Lima, ao contrário, sejam elas formais ou não, são solenemente ignoradas. Há, portanto, um nítido esquema, orientado pela direção do sistema, para blindar a figura de Cássio Cunha Lima e denegrir a imagem do governador, com objetivo de confundir o eleitor e desequilibrar o pleito.

A Rede Paraíba de Comunicação, que já recebeu nestas eleições multa em razão do uso atentatório da Rádio CBN contra Ricardo, nunca escondeu sua relação direta com Cássio Cunha Lima, tratando-o sempre como um amigo da família e, certamente, uma excelente oportunidade de expansão dos negócios do grupo, detentor ainda de empresas no ramo de alimentos e carros, entre outros.

O governador Ricardo Coutinho, que não pactua com o modelo adotado pelo atual sistema, para quem o Governo e o governante devem ser reféns de seus interesses empresariais, não se curvará às mentiras e ilações que diariamente são veiculadas por todos os órgãos que compõem a Rede Paraíba. E está pronto para provar que o povo paraibano não pode mais ser tratado como massa de manobra na mão de sistemas de comunicação, que, longe do dever democrático de informar, deforma e distorcem os fatos, com objetivo escuso de interferir no processo eleitoral.

A Justiça Eleitoral, que tem sido vigilante e incansável no equilíbrio do pleito, saberá interromper esse abuso e punir os responsáveis.

Tião Lucena

As razões para se votar em Aécio não param de aumentar: Chico Buarque declara apoio a Dilma!


Se há um “intelectual” que conseguiu ficar do lado errado da História em todas as ocasiões, esse é Chico Buarque. O compositor sempre emprestou sua fama às causas mais equivocadas. Foi, por exemplo, um ardente defensor da ditadura cubana, a mais assassina do continente, responsável pelo fuzilamento de milhares de inocentes e pela extrema miséria e escravidão de milhões de pessoas.

Chico também é um velho eleitor do PT. E, agora ficamos sabendo, vai gravar apoio para a campanha de Dilma também. Deve focar na política externa, justamente a mais abjeta de todas. Para o músico, o PT de Dilma não fala fino com os Estados Unidos nem grosso com a Bolívia. E ele acha isso bom! Ou seja, alimenta o antiamericanismo patológico de nossas esquerdas retrógradas. É a doença infantil de nossos “intelectuais”.

A Bolívia pode tomar propriedade da Petrobras e o governo não fazer nada para proteger um patrimônio nacional, que Chico aplaude. O importante é “falar grosso” com Obama, aquele ícone do “imperialismo estadunidense”. Essa turma nunca vai sair do jardim de infância não? Ainda não lhes contaram que o Muro de Berlim caiu e a Guerra Fria acabou, felizmente com o lado da liberdade vencedor?

Não esperem do autor de Budapeste uma só palavra sobre o mensalão, sobre o “petrolão”, sobre Paulo Roberto Costa, sobre o doleiro Youssef, sobre os petistas do alto escalão presos na Papuda e tratados como “heróis” pelo partido, sobre a economia estagnada, sobre a inflação fora de controle, sobre o aparelhamento da máquina estatal, etc. O importante é Dilma “falar grosso” com os malditos ianques!

Se Verissimo matou a Velhinha de Taubaté só para não criticar os petistas, não poderíamos esperar nada diferente de Chico Buarque. Ambos envergonhariam seus pais, esses sim, figuras importantes para a literatura e o pensamento brasileiro. Os filhos representam apenas a classe engajada na defesa do socialismo carcomido. É a fina casta da esquerda caviar, aquela que adora Cuba lá de Paris…

Mas os tempos mudaram. Hoje, milhões de brasileiros têm internet, navegam nas redes sociais, têm acesso a mais informações. Podem saber melhor quem é Chico Buarque, que tipo de tirano ele costuma defender. Lambe-botas de ditadores, isso sim. E as pessoas estão cansadas disso, dessa hipocrisia dos artistas, dessa canalhice dos “intelectuais”.

Chico Buarque declarar voto em Dilma e fazer campanha para a petista é mais um ponto para Aécio. Afinal, quem não quer ver o Brasil se transformar em Cuba, deve adotar justamente a posição contrária àquela do compositor milionário que “ama” os desvalidos.

PS: Sua canção “Vai passar” bem poderia ser usada para combater o próprio PT atualmente:

Vai passar
Nessa avenida um samba popular
Cada paralelepípedo
Da velha cidade
Essa noite vai
Se arrepiar
Ao lembrar
Que aqui passaram sambas imortais
Que aqui sangraram pelos nossos pés
Que aqui sambaram nossos ancestrais

Num tempo
Página infeliz da nossa história
Passagem desbotada na memória
Das nossas novas gerações
Dormia
A nossa pátria mãe tão distraída
Sem perceber que era subtraída
Em tenebrosas transações

Seus filhos
Erravam cegos pelo continente
Levavam pedras feito penitentes
Erguendo estranhas catedrais
E um dia, afinal
Tinham direito a uma alegria fugaz
Uma ofegante epidemia
Que se chamava carnaval
O carnaval, o carnaval
(Vai passar)

Palmas pra ala dos barões famintos
O bloco dos napoleões retintos
E os pigmeus do bulevar
Meu Deus, vem olhar
Vem ver de perto uma cidade a cantar
A evolução da liberdade
Até o dia clarear

Ai, que vida boa, olerê
Ai, que vida boa, olará
O estandarte do sanatório geral vai passar
Ai, que vida boa, olerê
Ai, que vida boa, olará
O estandarte do sanatório geral
Vai passar

Rodrigo Constantino

Vídeo bem humorado prevê derrota de Dilma e canta “É o fim da aventura petista na Terra”

Em vídeo produzido por internautas insatisfeitos com o governo petista e crentes na derrota de Dilma nas eleições de outubro, música descreve felicidade nacional com o fim do governo PT, como sendo o início de uma nova, e melhor, e dá adeus à Dilma e ao Partido dos Trabalhadores.

“(…) olha só hoje o sol reapareceu, é o fim…da aventura petista na Terra. Presidenta adeus. Venceremos agora com a nossa fé! Olha bem que louvor…é o final pra valer desta peste (…)”

Assista:


Veja também:

#Revolta Brasil

Terceiro boletim do DataNunes desmente o Datafolha, prova que ‘empate técnico’ quer dizer ‘em cima do muro’ e constata que Aécio continua 10 pontos acima de Dilma


Até recentemente, o Brasil esquecia a cada 15 anos o que havia acontecido nos 15 anos anteriores.O intervalo entre os surtos de amnésia foi dramaticamente reduzido.

No caso das pesquisas eleitorais, por exemplo, o país agora esquece a cada 15 dias o que aconteceu faz 15 dias. O afundamento do Datafolha e do Ibope consumado em 5 de outubro mal completou duas semanas. Mas parece mais antigo que o naufrágio do Titanic, informa a credulidade de incontáveis nativos reapresentados a levantamentos estatísticos que prenunciam a reprise do desastre.

A pesquisa divulgada pelo Datafolha nesta segunda-feira é apenas outro chute de longa distância que vai mandar a bola às nuvens ou fazê-la roçar o pau de escanteio. Na sopa de algarismos servida pelo instituto na semana passada, Aécio Neves tinha 51% dos votos válidos e Dilma Rousseff, 49%. Nesta tarde, ela apareceu com 52% e ele com 48%. Quer dizer que a candidata à reeleição ultrapassou o adversário tucano e lidera a corrida?

Não necessariamente, previne a margem de erro de 2% (para cima ou para baixo). O que há é um “empate técnico”, expressão que quer dizer “em cima do muro”. Tanto ela quanto ele podem ganhar, descobriram os videntes de acampamento cigano. Em números absolutos, Dilma teria subido em quatro dias 4 milhões de votos. (Ou 2 milhões, murmura a margem de erro para baixo; ou 6 milhões, grita a margem de erro para cima).

Sejam quais forem as reais dimensões da multidão, é gente que não acaba mais. De onde teria saído? Das grutas dos indecisos ou dos porões que abrigam os que pretendem votar em branco é que não foi: segundo o mesmo Datafolha, esse mundaréu de eleitores não aumentou nem encolheu. Teriam legiões de aecistas resolvido mudar de lado? Pode ser que sim, avisa a margem de erro para cima. Pode ser que não, replica a margem de erro para baixo.

A coisa fica mais confusa quando se fecha a lente sobre as cinco regiões em que se divide o mapa nacional. Os dois institutos enxergam Aécio com vantagem considerável no Sul, no Sudeste e no Centro-Oeste. Dilma reina no Nordeste e vence no Norte. Seria esse patrimônio eleitoral suficientemente encorpado para impor-se ao restante do Brasil? Não, adverte a recontagem dos índices e eleitores de cada região. (“Nem que a vaca tussa”, diria a presidente cujo vocabulário anda tão refinado quanto o andar de John Wayne ao fim de um dia de filmagem especialmente exaustivo).

Os horizontes se turvam de vez com a contemplação isolada das unidades da federação. Sempre segundo as usinas de índices contraditórios, Aécio já superou Dilma no Rio Grande do Sul, equilibrou a disputa no Rio, assumiu a liderança em Minas Gerais, cresceu extraordinariamente em Pernambuco. Subiu em praticamente todos os Estados. Mas a soma dos levantamentos estaduais avisa que foi Dilma quem cresceu mais. As alquimias dos ibopes da vida, decididamente, não são acessíveis a cérebros normais.

Para acabar com a lengalenga, e botar ordem no bordel das porcentagens, o DataNunes acaba de divulgar o terceiro boletim sobre o segundo turno. Como se sabe, é o único instituto que, em vez de pesquisas, faz constatações, com margem de erro abaixo de zero e índice de confiança acima de 100%. Como o crescimento de Dilma no Nordeste foi neutralizado pelo avanço de Aécio nas demais regiões, os índices não mudaram: com 55%, o senador do PSDB continua 10 pontos percentuais à frente de Dilma, estacionada em 45%.

A troca de acusações intensificada nos últimos dias nada mudou. Os simpatizantes do PT não ficaram chocados com as agressões verbais de Dilma, nem estranharam o vocabulário de cabaré vagabundo usado por Lula. Sempre foi assim. Os partidários de Aécio, exaustos do bom-mocismo que contribuiu para a derrota de Serra em 2002 e 2010 e para o insucesso de Geraldo Alckmin em 2006, aplaudiram o desempenho do líder oposicionista.

Graças à altivez e à bravura de Aécio, pela primeira vez os vilões do faroeste não conseguiram roubar até a estrela do xerife. Pior: desafiados publicamente, os campeões da insolência piscaram primeiro. No debate da Record, Dilma escancarou já na entrada do saloon a decisão de fugir do tiroteio verbal que esquentou o confronto no SBT. Compreensivelmente, Aécio resolveu levar a mão ao coldre com menos frequência. Mas os fatos e a sensatez recomendam que se mantenha na ofensiva.

Foi depois do debate na Globo, o último promovido no primeiro turno, que um Aécio Neves exemplarmente combativo assumiu de vez o papel de porta-voz dos muitos milhões de indignados. A tática do coitadismo, adotada por Dilma por ordem de Lula, é mais uma prova de que a seita lulopetista está com medo. Teme que o adversário utilize toda a munição de que dispõe e faça com Dilma o que Dilma fez com Marina Silva. O clube dos cafajestes sonha com um líder oposicionista desarmado.

Sobretudo por isso, Aécio Neves tem o dever de manter engatilhado o trabuco retórico. Ele representa hoje o Brasil que resiste há 12 anos a um bando para o qual os fins justificam os meios. No domingo, o país não vai simplesmente optar entre um homem e uma mulher. A nação escolherá entre a decência e o crime, a honradez e a corrupção, o Estado de Direito e o autoritarismo bolivariano, os democratas e os liberticidas, a luz e a treva, a modernidade e a velharia.

Mais que o segundo turno da eleição presidencial, vem aí um plebiscito: o PT continua ou para? Segue colecionando delinquências impunes ou cai fora? A primeira alternativa mantém o país enfurnado na trilha do atraso. A segunda pavimenta a estrada que leva para longe do primitivismo e conduz ao mundo civilizado.

Veja

Ex-prefeito é denunciado por desvio de R$ 162 mil e pode pegar 12 anos de prisão


Para o MPF, o ex-prefeito era o articulador do esquema criminoso juntamente com os outros envolvidos, teriam desviados recursos do município. Pena pode chegar a 12 anos 

O Ministério Público Federal (MPF) da Paraíba denunciou o ex-prefeito de Cacimbas, Geraldo Paulino Terto, Genilson Terto da Silva (filho do ex-prefeito) e outras duas pessoas por improbidade administrativa e crime de responsabilidade. Eles teriam envolvimento em desvios de R$ 162.978,65 de um programa do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), nos anos de 2006 e 2007.

O MPF explicou que as últimas informações da página do Portal da Transparência do Município de Cacimbas datam de 1º de agosto de 2014. Antes de entrar com mais um processo, o Ministério Público notificou, por algumas vezes, o município para que disponibilizasse as informações sobre receitas e despesas. Entretanto a prefeitura não atendeu as solicitações.

Na ação de improbidade, o MPF disse que os envolvidos praticaram atos que ocasionaram enriquecimento ilícito e causaram prejuízo aos cofres públicos. Por isso, o órgão pede a condenação, inclusive, com ressarcimento integral do dano causado à União no valor de R$ 162.978,65.

Para o MPF, o ex-prefeito Geraldo Terto era o articulador do esquema criminoso e Genilson Terto (então coordenador do programa na cidade), juntamente com os outros dois envolvidos, concorreram para os sucessivos desvios de recursos públicos. A pena prevista é de dois a doze anos de prisão. 

Portal Correio 

Urgente! Exército suspeita que Cuba infiltrou militares disfarçados de médicos no Brasil


O que a muito já vem sendo especulado na mídia e denunciado pelo deputado Jair Bolsonaro começa de forma clara a ser manifesto.

Informe reservado “Mensagem Direta de Inteligência” (MDI) ao ministro Celso Amorim (Defesa) atestou que a ditadura cubana infiltrou militares no programa Mais Médicos.

As informações são do site Diário do poder, que em editorial afirmou a descoberta por parte da Base de Administração e Apoio do Ibirapuera, do Comando Militar do Sudeste, em São Paulo, lugar onde são enviados profissionais cubanos do Mais Médicos. Pasmem! A edição diz que um suspeito foi ouvido pelo exército e confessou ser capitão do exército cubano e que não está sozinho. Segundo o “Diário do Poder”, Amorim, ministro da defesa do governo Dilma, não tomou nenhuma posição sobre o ocorrido.

Veja também:

A suspeita por parte de militares brasileiros surgiu com o hábito do cubano semelhante à caserna militar, como a manutenção sempre muito organizada de sua cama, etc, conforme informações do editorial.

A infiltração de militares no Mais Médicos repercutiu na Câmara. O deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) quer convocar Amorim a se explicar. Como sempre, Bolsonaro de forma incisiva já alertou ao ministro de Dilma que não adianta negar o fato, já que, segundo Bolsonaro, ele obteve cópia autêntica do informe reservado enviado à Amorim.

Veja também:

Entrevista de Lucy Alves


A cantora Lucy Alves sendo entrevistada por Leda Nagle, no programa Sem Sensura, asseitam o vídeo:

Dilma virou. Aécio ainda tem tempo para vira-vira?


Campanha tucana é surpreendida por virada da presidente Dilma Rousseff no Datafolha; quatro dias após estar perdendo por 45% a 43%, conta é revertida para 43% para senador Aécio Neves e 46% para candidata do PT; ela subiu três pontos e ele desceu dois; uma hora depois, o Vox Populi confirmou o levantamento, com os mesmos dados; a seis dias das urnas, favoritismo muda de lado; militância do PT aparece na hora certa; estratégia de Aécio Neves demanda correções; Quais seriam? Há tempo?

Marco Damiani, 247 – Com campo realizado na própria segunda-feira 20 em que foi divulgada, a pesquisa Datafolha pegou, no quente, o impacto no eleitorado das cenas de pugilato político entre a presidente Dilma Rousseff e o senador Aécio Neves nos dois debates presidenciais mais recentes. Em ambos, a petista e o tucano trocaram tanto chumbo quanto puderam.

O levantamento também foi feito após uma semana de ataques do PT à figura do ex-presidente do Banco Central Armínio Fraga, nomeado pelo candidato tucano para o futuro Ministério da Fazenda. Tanto quanto, apurou como chegou ao público a estratégia de desconstrução executada diretamente contra Aécio. Do teste não realizado do bafômetro à não aplicação de verbas constitucionais mínimas no setor de Saúde de Minas Gerais, o armário de munição dos petistas foi aberto contra ele.

Em sua defesa, o tucano, sem pestanejar, acusou Dilma, bem mais de uma vez, de "mentirosa" e "leviana", olhos nos olhos da presidente, em rede nacional no debate do SBT. Dos detalhes ao quadro mais geral, tudo o Datafolha procurou captar na pesquisa feita e divulgada hoje – e deu Dilma.

O quadro de empate técnico, traçado tanto na diferença de 46% das intenções de voto para Dilma contra 43% a favor de Aécio e, especialmente, na projeção dos votos válidos, na qual a presidente abre quatro pontos sobre o senador, é diferente agora. Na semana passada, a pesquisa foi uma repetição, em todos os seus grandes números, da apuração anterior, do mesmo Datafolha. Desta vez, a estabilidade foi trocada por uma virada de Dilma, na mesma metodologia. Um resultado e tanto - e incontestável. 

Na geopolítica, o Nordeste está dando uma vitória, segundo o Datafolha, de 70% sobre 30%, para Dilma, e estreitamento da diferença a favor de Aécio no Sudeste.

DESCONSTRUÇÃO FUNCIONOU - Numa retomada que só pode ser atribuída em partes iguais ao trabalho de desconstrução contra Aécio, bem como uma melhor apresentação dos resultados do governo no horário político, Dilma sai fortalecida. A presidente galgou três pontos sobre seu resultado anterior, e viu seu adversário perder dois. Na conta dos votos válidos, a candidata à reeleição ficou a apenas um ponto de abrir cinco de diferença, superando o quadro, ainda existente, de empate técnico. Bom para ela, o placar dos votos válidos marcou 52% contra 48%. Ponha-se no lugar de quem está atrás e sinta se a expressão 'empate técnico' lhe transmite sensação de vantagem ou segurança.

Desde a contagem dos votos do primeiro turno, Aécio, corretamente, vocalizou o discurso de que ter-se tornado, ali, mais que 'um candidato de apenas um partido, mas de toda a oposição'. A campanha baseou a estratégia na vantagem do tucano, que, de fato, chegou a ser mostrada em até 17 pontos numa pesquisa que, também efetivamente, está sendo acusada de fictícia pelo PT, na Justiça Eleitoral. O certo é que o clima foi criado. Como tem apontado 247, a definição desta duríssima eleição estará nos detalhes. Será que discurso do favoritismo soou como um certo salto alto? 

Por outro lado, em coisa não superior a dois pontos, Dilma viu sua avaliação de governo descer dois pontos percentuais, de 22% para 20% dos que avaliam sua administração como 'péssima'. Regular e Ótimo e Bom subiram um por cento cada um. Um viés de alta pela soma de detalhes, que ganham importância em razão do tempo: a eleição acaba no próximo domingo, às 17h00.

O Datafolha aprofundou na campanha tucana a surpresa no PSDB ocorrida diante, horas mais cedo, da pesquisa CNT/MDA. Nela, com 50,5% contra 49,5% para Aécio, Dilma foi vista na frente pela primeira no segundo turno. Após a pesquisa do Datafolha veio a sondagem do Vox Populi confirmando os números, reforçando a dianteira de Dilma. 

A novidade foi tão inesperada pelo comando do PSDB que, no horário político desta mesma segunda 20, o programa de Aécio Neves foi aberto com os números do Datafolha da semana passada. O ator que representa o eleitor de Aécio agradeceu o apoio dado a ele. Pelos mesmos motivos, caberá, agora, reconhecer o espaço perdido para a concorrente.

APOIOS DE FORÇA RELATIVA - Outra apuração significativa do Datafolha é sobre os efeitos, pró-Aécio, da série de apoios políticos que ele recebeu. Do PPS de Roberto Freire à velha dupla sertaneja Zezé de Camargo e Luciano, na estratégia de apostar em artistas para angariar simpatia popular, Aécio conseguiu, por seus méritos de articulador, juntar simplesmente todos os que são contra o PT. Vieram o PV, o PSC, o PSOL ficou no muro, mas Marina Silva desceu dele, com cabelos soltos e imagem jovial recuperada. A julgar pela frieza da pesquisa, porém, todas essas festas de adesão não foram suficientes para fazer Aécio manter sua posição anterior, quanto mais para abrir frente. Talvez a enxurrada de novos apoiadores tenha colado nele o carimbo de ser igual a 'tudo o que está aí' - e, assim, encarnar menos o sentimento de mudança.

A correção de rota, para Aécio voltar a deter o favoritismo, tem dois balizadores. Um deles é o tempo. Faltando seis dias para a eleição, com apenas mais um debate pela frente e três programas eleitorais, o senador tucano tem um espaço importante, mas ao mesmo tempo exíguo, para dar sua volta por cima.

A repetição de que a presidente está assacando 'mentiras' e sendo 'leviana' contra ele não está, ao que se vê pelos números, dando resultado esperado. Até aqui, ao menos, não deu. Apesar de colunistas da mídia  tradicional terem visto um nocaute de Dilma, debaixo dos murros de Aécio, no debate do SBT, o grande público parece ter visto diferente. Sem buscar essa posição, até porque também estava na ofensiva, a presidente pode ter sido vitimizada – e obtido a solidariedade feminina.

Ao mesmo tempo, o ex-presidente Lula se encarregou de trazer à pauta questões como o teste do bafômetro que o candidato tucano se recusou a fazer no Rio de Janeiro, durante uma blitz em 2011, e baixou a sapata, em discurso em Minas Gerais, chamando-o de 'filhinho de papai' e 'vingativo'.

Segundo o Datafolha, os dados todos desse caldeirão resultam, neste momento, em vantagem, pequena mas com viés de alta, para a presidente Dilma Rousseff. Significa que, em tese, a estratégia que o PT vem empregando – goste-se dela ou não – está dando os resultados pretendidos. Quem tem de se mover para fazer do vira um vira-vira é o adversário tucano.