sábado, 4 de novembro de 2017

Suicídio por envenenamento em Caiana eleva para 6 nº de vítimas em apenas 2 meses

Por Redação da Folha – Conforme relatos de sua companheira, o agricultor Paulo Inácio Leite, de 40 anos, enfrentava problemas de depressão, e, na noite dessa quarta-feira, 1º, cometeu suicídio: sem que os familiares percebessem, o homem ingeriu uma grande quantidade de veneno.
            
Morador do sítio Condado, município de São José de Caiana, ele ainda chegou a ser levado com vida a um hospital da cidade caianense, e não havia médico na hora, mas a informação é que o agricultor já chegou morto ao hospital, conforme uma enfermeira.
            
O corpo foi encaminhado a Patos para exame necrológico para saber se a causa do óbito foi mesmo envenenamento. Durante o socorro, a própria vítima relatou que havia ingerido veneno. O resultado deve sair nas próximas semanas.
            
Já são seis suicídios no Vale somente nos últimos dois meses, um número espantoso para uma região populacionalmente tão pequena, mas considerada uma das que mais registram esse tipo de ocorrência no Brasil. O aumento dos casos de depressão e a dificuldade de acesso da maior parte da população à saúde mental são algumas das causas. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou da matéria... Comenta, vai!