quarta-feira, 1 de novembro de 2017

Aprovados no concurso para Bombeiro e Polícia Militar fazem ato durante inauguração do 4º BBM, em Patos

Tiago, que é policial militar aprovado, relatou que a luta dos aprovados vem de longas datas e que existe a carência dos efetivos da Polícia Militar e dos Bombeiros.


Dezenas de cidadãos aprovados no concurso do Bombeiro e da Polícia Militar da Paraíba, bem como amigos e familiares, realizaram um ato público na tarde desta terça-feira, dia 31, para exigir do Governador Ricardo Coutinho (PSB) a convocação dos aprovados para as fileiras das corporações da segurança pública do Estado.

Os presentes seguravam faixas e utilizavam carro de som para expressar a insatisfação diante da demora na convocação dos aprovados. Os manifestantes foram impedidos pela Polícia Militar e pela Guarda Militar do Governador de chegar até o local onde as autoridades se encontravam para a inauguração da nova sede do 4º Batalhão de Bombeiro Militar (4º BBM) e do Comando Regional do Bombeiro Militar.

De acordo com representantes dos bombeiros e dos policiais militares aprovados, o GovernoFalando em nome dos bombeiros aprovados, Eduardo disse: “Nós não entendemos porquê da Guarda Militar do Governador do Estado não nos permite entrar com as faixas na solenidade! Foi alegado que seria medida de segurança, porém, a gente disse que iria tirar o pau das faixas, iria entrar sem fazer grito de ordem, só iriamos estender nossas faixas...eu não entendo qual a lei que existe que proíba o cidadão de impedir uma faixa? ”, relatou.


Tiago, que é policial militar aprovado, relatou que a luta dos aprovados vem de longas datas e que existe a carência dos efetivos da Polícia Militar e dos Bombeiros. Ele disse que espera a sensibilidade do Governador Ricardo Coutinho para que seja feita a convocação. “Infelizmente nós fomos impedidos de se locomover como numa espécie de ditadura! Não estamos aqui para atrapalhar a inauguração, mas sim para pedir ao Governador para atender a demanda. Não adianta criar batalhão sem contingente...agreste e sertão são os mais prejudicados pela falta de convocação”.

PatosOnline

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou da matéria... Comenta, vai!