terça-feira, 31 de outubro de 2017

Os 500 anos da Reforma Protestante

Martinho Lutero sugeriu mudanças, e essas mudanças vêm transformando a sociedade ocidental há cinco séculos


Neste ano, comemoramos os 500 anos da Reforma Protestante. Essa data retoma o evento que aconteceu em 31 de outubro de 1517, quando Martinho Lutero pregou suas noventa e cinco teses na porta da Igreja do Castelo em Wittenberg, na Alemanha. No centro desse movimento, Lutero redescobre a mensagem do evangelho: os homens não ganham a salvação fazendo boas obras, mas Deus oferece livremente a salvação a todos os que creem em seu filho, Jesus Cristo.

A Reforma Protestante baseia-se em cinco pilares, chamados Solas, definidos como: Sola Scriptura - somente a Escritura; Sola Fide - somente a fé; Sola Gratia - somente a graça; Solus Christus - somente Cristo; Soli Deo Gloria - glória somente a Deus.

Tal mensagem libertou a humanidade para engajar-se em muitos tipos de atividades e a principal delas é o serviço ao próximo. Em toda a Europa, o impulso iniciado em Wittenberg inspirou outros a interpretar a Bíblia de novas formas, surgindo assim as muitas denominações que conhecemos hoje.

A Reforma Protestante foi um evento marcante na história ocidental, pois trouxe ao mundo uma variedade de conceitos que ainda são profundamente relevantes hoje: pluralidade social, liberdade de consciência, tolerância, liberdade de religião, liberdade de pensamento, a ideia da igualdade de todos os seres humanos, ajuda ao próximo, alfabetização e educação universal. Esses são alguns dos frutos do movimento na sociedade ocidental.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou da matéria... Comenta, vai!