terça-feira, 10 de outubro de 2017

Delator da JBS diz à Procuradoria Geral da República que pagou propina de R$ 100 mil a Manoel Júnior


O site O Antagonista traz hoje uma matéria narrando a delação premiada de Ricardo Saud, ex-diretor da JBS, na qual ele afirma ter entregado ao ex-deputado e atual vice-prefeito de João Pessoa, Manoel Júnior, uma propina de R$ 100 mil, seguindo orientação do ex-deputado Eduardo Cunha. Junior e outros deputados foram comprados para votar em Eduardo Cunha para presidente da Câmara. Veja a matéria e, logo abaixo, leia as declarações do delator.

A política como ela é
Brasil 09.10.17 19:15  
________________________________________
Antes de ter seu acordo rompido pela PGR, Ricardo Saud entregou informações complementares sobre o esquema de compra de deputados para eleger Eduardo Cunha presidente da Câmara.
Embasada em documentos, a narrativa do ex-diretor da JBS é a síntese de um modelo de política que continua em execução pelo governo Temer.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou da matéria... Comenta, vai!