sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Ricardo recebe prêmio de excelência em competitividade em SP

No seu discurso, Ricardo destacou os esforços realizados pela sua gestão para liderar o ranking e prometeu medidas mais ousadas ainda para continuar crescendo e liderar os dados


O governador Ricardo Coutinho (PSB) participou, na manhã desta quarta-feira (20), de evento em São Paulo, no qual foi divulgado o ranking dos Estados brasileiros que estão conseguindo melhorar os serviços públicos, mesmo em condições adversas. O Estado da Paraíba está entre os 10 finalistas do Ranking de Competitividade dos Estados 2017, realizado pelo Centro de Liderança Pública (CLP), que analisa 66 indicadores, agrupados em 10 pilares. Em 2016, a Paraíba já havia ficado em segundo lugar na categoria infraestrutura, ficando atrás apenas de São Paulo, e em sexto lugar no quesito potencial de mercado.

No seu discurso, Ricardo destacou os esforços realizados pela sua gestão para liderar o ranking e prometeu medidas mais ousadas ainda para continuar crescendo e liderar os dados.

O secretário de Estado de Planejamento, Orçamento e Gestão, Waldson Souza, aponta como principal responsável pela melhoria dos índices a solidez fiscal da Paraíba que,
atualmente, já é evidente nacionalmente, mesmo em tempos de crise. A Secretaria do Tesouro Nacional reconheceu a capacidade do Estado, reclassificando-o de C+ para a nota B-, e a expectativa, segundo ele, é que com a nova metodologia do cálculo nacional o estado passe para a nota A.

“Esse prêmio reflete exatamente as medidas que o Estado tomou para contingenciar os custos, equilibrar o gasto com pessoal e manter sempre o nível de crescimento. Isso faz com que a gente se destaque na área de infraestrutura e solidez fiscal, o que repercute para uma melhor potência do mercado e uma melhor qualidade de vida da população”, ressalta o secretário, acrescentando ainda que o Estado tem projetos agregados na área de sustentabilidade ambiental e social, principalmente nas áreas como saúde, educação e segurança pública.

Sobre o ranking - Em sua sexta edição, o Ranking apresenta a análise e capacidade competitiva de todos os estados brasileiros, além do Distrito Federal, em 66 indicadores, agrupados em 10 pilares. Entre os indicadores, 35 são comparados com dados internacionais de 34 países membros da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

10 pilares - Os dez itens analisados são infraestrutura, educação, capital humano, sustentabilidade ambiental, segurança pública, sustentabilidade social, solidez fiscal, potencial de mercado, inovação e eficiência da máquina pública. Também esteve ao lado de Ricardo a vice-governadora, Lígia Feliciano (PDT).

Assessoria

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou da matéria... Comenta, vai!