domingo, 10 de setembro de 2017

Obra é julgada irregular e ex-prefeita de Piancó sofre mais uma imputação de débito

Por Isaías Teixeira/Folha do Vale - O Tribunal de Contas do Estado (TCE) publicou no seu Diário Oficial Eletrônico desta segunda-feira, 11, lançado antecipadamente nesta sexta-feira, 8, em decorrência do feriado da Independência, mais uma decisão contrária à ex-prefeita de Piancó, Flávia Galdino, mãe do atual prefeito Daniel.

Desta vez, o órgão de controle externo julgou irregular uma obra executada com recursos próprios em 2008, último ano do primeiro mandato da ex-gestora, referente à construção de um centro de imagem em tomografia e mamografia, mas o então governo de Flávia não comprovou os serviços, e o pior: transformou o equipamento em um centro de zoonoses (cuida de doenças transmitidas do animal para o ser humano), conforme enfatiza o TCE. 

Pelas irregularidades, que foram constadas durante uma inspeção especial, a corte de contas pede à ex-prefeita R$ 2.001,66 referentes a um débito imputado e mais R$ 1.500,00 de multa aplicada, totalizando R$ 3.501,66. Os recursos devem ser restituídos e recolhidos dentro de 60 dias, sob pena de sofrer outras sanções. 

Flávia Galdino governou Piancó por dois mandatos consecutivos: de 2005 a 2008 e de 2009 a 2012. Dos oito anos em que esteve à frente da Prefeitura, que também já foi governada pelo seu pai, Gil Galdino (já falecido), ela teve sete prestações de contas reprovadas pelo TCE, algumas das quais mantidas pela Câmara Municipal, decisões que aumentou o período de inelegibilidade da ex-prefeita piancoense. Ela também já acumula condenações judiciais por improbidade. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou da matéria... Comenta, vai!