quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Por Resolução, TRE extingue Justiça Eleitoral de Coremas e faz mudança em Piancó


Por Redação da Folha – Uma Resolução do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), publicada nessa segunda-feira, 14, determinou o remanejamento e extinção de Zonas Eleitorais no estado, nove ao todo, e um dos municípios prejudicados com a medida foi Coremas, que perdeu seu judiciário eleitoral e ficará jurisdicionada eleitoralmente a Pombal.
            
Coremas é sede da 52ª Zona Eleitoral, mas, com a mudança determinada pela corte eleitoral, essa Zona foi transferida para Pombal, incorporando todos os eleitores coremenses, que terão em sua cidade apenas um posto para informações e prestação de alguns serviços básicos.
            
A mudança não deverá afetar o recadastramento eleitoral que está ocorrendo em Coremas e tem previsão para ser encerrado no final do ano. Já para os advogados que operam o direito eleitoral, os candidatos nas eleições municipais futuras e o próprio eleitor coremense que precisa resolver um problema mais complexo, a Justiça Eleitoral ficará bem mais distante. O Vale tem cinco Zonas Eleitorais, agora fica com menos uma.
            
Depois de perder sua Zona Eleitoral, o temor de Coremas agora é perder também a comarca, desaparecendo da cidade a Justiça e o Ministério Público, o que seria um grande prejuízo para o município, mas segmentos da sociedade local têm travado uma luta junto ao Tribunal de Justiça do Estado para evitar a perda.
           
Já com relação à 32ª Zona Eleitoral, com sede em Piancó, a única mudança promovida pela Resolução foi a saíde do município de Olho D'água e sua incorporação à 66ª Zona Eleitoral, também com sede na cidade piancoense, uma alteração pouco significativa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou da matéria... Comenta, vai!