sexta-feira, 11 de agosto de 2017

O Eresp Semeando em Pitombeira

PENSE ERESP 2017
.....................................................
O Eresp Semeando Em Pitombeira
(Reynollds Augusto)

Ontem foi a vez de todos nós Semearmos em Pitombeira, um distrito da cidade de Santana dos Garrotes, precisamente no Centro Espírita MARIA DE NAZARÉ. A última semeadura desse Eresp, 2017, no Vale do Piancó, será sábado, dia 12, ás 17 horas, no Cesb-Espírita da cidade de Boa Ventura. Desta feita será Ranyele, quem levará o tema “ A Questão dos Julgamentos”.
E o encerramento dos encerramentos, acontecerá no Fórum Miguel Sátyro, da cidade de Patos, dia 19, pelas 20 horas, onde se realizará um diálogo inter religioso em torno do tema, “ E O SEMEADOR SAIU A SEMEAR”, com a participação de representantes das Igrejas Católicas, evangélicas e do movimento afro. É que o mundo precisa de paz, a paz que Jesus ensina e não a “paz “ que o mundo tentar dar.
Desde o dia 05 de agosto, quando houve a abertura simultânea do Encontro Regional Espírita do Sertão da Paraíba,nas principais cidades da região, nós respiramos temas de vida, semeando para um caminhar feliz, harmônico, de paz. Os colégios nos receberam as instituições sociais, lojas maçônicas, câmara de vereadores, para ouvir Jesus, o mestre dos mestres.
É “simples” estabelecer uma vida digna em qualquer Estado de Direito, quando esse Direito Social é permeado pelos princípios maiores proposto pelo evangelho,o direito de Deus, o maior Código deontológico da vida.
Nada de novo no ar. O que é preciso é tirar Jesus das bocas e colocar em prática os seus valores de amor e fraternidade. Todos têm uma raiz comum, “somos filhos de Deus”. Mas é preciso ser “solo fértil”, para que a terra devidamente preparada dê um por cem, disse Jesus.
Não há duvidas de que muitas sementes serão perdidas e não hão de vingar, serão comidas pelos pássaros, no meio do caminho, serão lançadas entre as pedras e haverá o sufocamento , mas como somos seres imortais será preciso sempre replantá-las nas temporadas e fazer brotar o evangelho de Jesus em nossos corações.
“ Naquele dia, saindo Jesus de casa, assentou-se à borda do mar. E vieram para ele muita gente, de tal sorte que, entrando em uma barca, se assentou, ficando toda a gente de pé na ribeira; e lhes falou muitas coisas por parábolas, dizendo: Eis aí que saiu o que semeia a semear. E quando semeava, uma parte das sementes caiu junto da estrada, e vieram às aves do céu, e comeram-na. Outra, porém, caiu em pedregulho, onde não tinha muita terra, e logo nasceu, porque não tinha altura de terra. Mas saindo o sol se queimou, e porque não tinha raiz, se secou. Outra igualmente caiu sobre os espinhos, e crescendo os espinhos, a afogaram. Outra enfim caiu em boa terra, e dava fruto, havendo grãos que rendiam a cento por um, outros a sessenta, outros a trinta. O que tem ouvidos de ouvir, ouça. (Mateus, XIII: 1-9 ).
É preciso dar frutos enquanto estamos a caminho, pois o dia do “retorno” ninguém sabe. A morte do corpo físico não manda recado e tem gente mais para lá, do que para cá. É tempo de deixar as ilusões de lado e multiplicar os talentos, dar muitos frutos e para isso é preciso maturidade espiritual, que só vem com a informação certa e um solo propício á produção. Não percamos mais tempo. É preciso buscar a verdade e refletir em torno do pensador grego Sócrates, um dos precursores da idéia espírita essa verdade :
“ A vida sem exame não merece ser vivida”.
E VIVA O ERESP!
PENSE NISSO!MAS PENSE AGORA MESMO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou da matéria... Comenta, vai!