terça-feira, 8 de agosto de 2017

O Eresp Nas Escolas

PENSE BOM DIA!
......................................................
O Eresp Nas Escolas
(Reynollds Augusto)

A idéia foi de gênio, ou melhor, de algum espírito gênio, talvez do próprio Jesus. É que o mestre, apesar de ter sido “assassinado” na cruz da vergonha, por uma humanidade atrasada, nunca nos deixou e continua conosco.

A grande verdade é que o projeto de Deus, que tem como finalidade o aperfeiçoamento dos seus filhos precisa seguir para o equilíbrio geral.

As religiões têm dado uma boa contribuição, pois o valor moral é fundamento da maioria delas. Outras não, onde as suas práticas, os seus dirigentes, são propositores do desvio evangélico, do ganho fácil, no ludibriar do objetivo maior da sua proposta de vida, cristã, para a redenção da humanidade.

Mas, o joio tende, por um tempo, a crescer junto ao trigo e
tem que ser assim, mas no momento certo, da maturidade, ao divisá-lo, precisamos extirpá-lo, para que não corramos o risco de o fazendo antes, também, arranquemos o Trigo. É preciso cautela.

É tempo de continuar semeando e Jesus, conclama os corações de Boa Vontade. A vida vai beneficiar os trabalhadores com um por cem, diz o evangelho. Isso é da lei. O bem nos traz o bem o mal nos traz o mal e os omissos ficarão sem ganho pela falta de energia na produção.

O ERESP ( Encontro Regional Espírita do Sertão da Paraíba) segue e desta feita fora da casa espírita. Está sendo satisfatório levar essa proposta de equilíbrio ético-moral ás escolas, ás maçonarias, ás instituições, aos fóruns, onde o Direito de Deus se encontra com o Direito social, que precisa ser o móvel do equilíbrio de toda nação. E, também ás casas espíritas, redutos de amor e sabedoria.

Nessa segunda, o empresário José Campos, o corpo docente e discente da Escola Estadual Francelino de Alencar, ficaram juntos, no auditório da Escola, para tratar de temas de vida. Católicos, Evangélicos, Espíritas, reunidos juntos, tratando de temas morais, como a honestidade, o amor, a ética cristã. Boa música ao som do violão, onde até professor cantou.

Foi uma manhã mágica em que os alunos estavam todos concentrados, participando da proposta do Campos á formação de um mundo melhor, com gostinho de “quero mais”. Uma parceria perfeita.

Da mesma forma acontecendo em Patos, Santa Luzia, Cajazeiras, Soledade, Jericó... nos colégios que fazem parte do nosso sertão poético.

É preciso tirar Jesus dos templos e levá-lo ás escolas, aos poderes, á vida, por assim dizer, prática. Não no sentido místico e sim no sentido objetivo , que é colocar o seu Código de Vivência Evangélica no pensamento e ações dos seres humanos. É o maior Código deontológico de vida, para todas as profissões e pessoas. Nada de novo. O mundo está com saudades de Jesus.

O tema principal é “E O SEMEADOR SAIU A SEMEAR”. Uma proposta atual, pois precisamos semear esperanças.

Hoje, uma boa parte da nossa sociedade está doente, precisando ser tratada e educada para os valores do espírito, pois, antes de tudo, somos espíritos imortais, seguindo o nosso processo evolutivo rumo á verdadeira felicidade, que não está nas aparências do mundo.

São incomparáveis os nossos avanços na ciência, na tecnologia, do Direito, sendo preciso o aperfeiçoamento da ética, dos valores de solidariedade, para o equilíbrio social. como pontuou o empresário José Campos e, em tempo oportuno, vamos levar a sua fala ao Programa Pense Nisso, que vai ao ar todos os dias, pela Rádio Boa Nova de Itaporanga, sempre ás 17 horas - http://www.radios.com.br/aovivo/radio-boa-nova-879-fm/31336. Vamos relembrar aquela excelente conversa com a juventude bonita daquele educandário.

Para encerrar um poema do Espírito UM AMIGO POETA, um dos semeadores de Jesus, retirado do seu livro POESIAS DO ALTO, chamado VIDA:

VIDA

Vida que em esquinas sobram
Nos labirintos de Inocência,
Sentidos que se recobram
Despertando a consciência.

Vida, que anda em curvas
Como que uma roda gigante
Ou um rio de água turvas
Correndo pro mar distante.

Vida como um planalto
Geografia do mundo
Ora no baixo, ora no alto
Ora no raso, ora no fundo.

Vida que a morte supera
Com sua força implacável
Vida de uma eterna espera
De um futuro indecifrável.

* Recebido, por Aurelucia Gomes.

E VIVA O ERESP!

PENSE NISSO! MAS PENSE AGORA MESMO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou da matéria... Comenta, vai!