quinta-feira, 3 de agosto de 2017

MENINAS QUE COMEÇAM A DESENVOLVER OS SEIOS AOS 8 ANOS E GAROTOS COM 40% MENOS DE ESPERMA – A RAZÃO VAI ARREPIAR VOCÊ!


Com quantos anos os seios das meninas da sua geração começaram a se desenvolver? Essa pergunta não é de graça. Acontece que uma mudança drástica está ocorrendo no corpo de nossas crianças.

Garotinhas de 8 anos, nos dias de hoje, já começam a sentir os sintomas do crescimento dos seios. Quanto aos garotos, estão produzindo 40% a menos de sêmen em relação às gerações passadas.

O National Center for Biotechnology Information, nos Estados Unidos, pesquisou sobre o assunto e alerta os responsáveis sobre uma “alteração endocrinóloga” na crianças. Sabemos que vai além da alimentação cheia de hormônios e químicas.

Veja quais são os motivos que levam ao amadurecimento precoce do corpo:

1. Produtos químicos (inclusive pesticidas e conservantes)
A toxina dos produtos químicos causa alterações hormonais. Por isso, recomenda-se
sempre comprar produtos orgânicos, evitando o contato com plásticos e tintas tóxicas.

2. Garrafas de plástico
As garrafas de plástico contêm muita química nociva à saúde. Procure substituí-las por garrafas de vidro, principalmente na hora de armazenar alimentos.

3. Produtos de limpeza
Talvez não haja nada mais tóxico em nossa casa do que os produtos de limpeza. Evite misturá-los, procure usar o mínimo possível. E, se puder, prepare receitas caseiras e naturais para substituir, por exemplo, o sabão em pó.

4. Cosméticos
Compre soluções mais naturais de sabonetes, como os que são à base de óleo vegetal, e evite que sua filha pequena use maquiagens.

5. Vestuário
É muito importante lavar a roupa nova antes de usar, pois elas podem vir ainda com resíduos da fábrica. Evite comprar tecidos sintéticos e de baixa qualidade.

6. Brinquedos
Como já dissemos, o plástico é muito prejudicial. Portanto, evite comprar brinquedos com esse material. É bom deixar claro que, além dos alimentos, devemos nos preocupar com os materiais com os quais temos contato diariamente, como é o caso do plástico, um dos grandes vilões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou da matéria... Comenta, vai!