terça-feira, 1 de agosto de 2017

Ex-prefeito de Mauriti tem bens bloqueados pela justiça, vizinho ao Vale do Piancó

Na decisão o ex-prefeito é acusado de uso indevido de recursos destinados à educação.


A disputa entre as forças petistas e pedetistas em Mauriti continua a todo vapor. Circula nas redes sociais uma decisão de maio deste ano em que o juiz Diogo Altorbelli Silva de Freitas, decreta a indisponibilidade dos bens do ex-prefeito Evanildo Simão, do PT. Segundo o documento, Evanildo foi alvo de ação do Ministério Público do Estado (MPCE), sob acusação de improbidade administrativa.

Na decisão o ex-prefeito é acusado de uso indevido de recursos destinados à educação. A ausência da prestação de contas do convênio (025/2012) junto a Secretaria de Educação do Estado levou, inclusive, à inadimplência do município.

Na decisão, o juiz reconheceu a veracidade dos fatos e decretou o bloqueio de R$ 167 mil em bens de Evanildo. Aliados do ex-prefeito contestam a informação e dizem que a situação já foi resolvida.

Madson Vagner

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou da matéria... Comenta, vai!