quarta-feira, 2 de agosto de 2017

02 de agosto - Aconteceu em Itaporanga


Em 1959 foram eleitos os vereadores: José Figueirêdo da Silva, Getúlio Henriques de Sousa, João Inácio de Araújo Neves, Antônio Firmino de Sousa, Severino Pereira de Sousa, Severino Soares de Araújo, Anatalício Lopes da Silva, Flávio Cavalcante de Arruda e Sinval Pinto Brandão, tendo José Figueirêdo da Silva, como Presidente da Câmara Municipal. Prefeito: Dr. Francisco Clementino de Carvalho e Vice-prefeito: Francisco das Chagas Soares.

A vila prosperou de tal modo que no dia 02 de agosto de 1859, era lido na Assembléia Provincial da Parahyba do Norte o ofício do Bispo de Olinda, Dom João da Purificação Marques Perdigão, comunicando o seu assentimento em elevar a capela de Misericórdia ao termo de Matriz, o que deu ensejo ao presidente da província, Luiz Antonio da Silva Nunes, em sancionar, no dia 11 de julho de 1860, a lei nº. 05, que criava a paróquia de Nossa Senhora da Conceição em Misericórdia. Àquela época, reinava como Sumo Pontífice o Santo Padre o Papa Pio IX. Portanto, a paróquia precedeu a emancipação política e a instalação da vila.
Pela primeira vez em 02 de agosto de 1966 foi lido e discutido e posto em votação o Estatuto do Centro Espírita, obtendo aceitação unânime. Um ano após em reunião com a diretoria, o Sr. Fernão Dias expôs as dificuldades por que estava passando o programa radiofônico Mensagem Cristã, para mantê-lo no ar teriam que pagar reajuste e redução no tempo do programa. Ficou decidido suspendê-lo temporariamente, destinando toda a reserva de capital em adquirir a sede própria do Centro Espírita. O Sr. Mauto Diniz mencionou a ausência de um artigo que não constava no Estatuto, o de que na extinção do Centro Espírita Jesus de Nazareth como pessoa jurídica, o seu patrimônio social seria transferido para a Federação Espírita Paraibana, o que foi aceito por todos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou da matéria... Comenta, vai!