sexta-feira, 28 de julho de 2017

TCE encaminha decisões que podem resultar em cobrança judicial e ação penal contra ex-gestores do Vale


Por Isaías Teixeira/Folha do Vale - A Corregedoria-Geral do Tribunal de Contas do Estado (TCE) encaminhou ao Ministério Público (MP) e à Procuradoria-Geral do Estado (PGE), para fins de cobrança judicial e possíveis ações penais, cerca de 700 decisões colegiadas referentes à reprovação de contas de gestores e ex-gestores que resultaram em imputação de débitos e aplicação de multas superiores a 35,2 milhões de reais.  
            
Nos últimos dez anos, entre os ex-gestores condenados pela corte de contas, muitos ex-prefeitos do Vale, e alguns com várias contas reprovadas, entre eles a ex-prefeita de Piancó, Flávia Galdino, mãe do atual prefeito Daniel; o ex-prefeito João Bosco, de Serra Grande; Adjefferson Vieira, de Santa Inês; Edílson Pereira, de Coremas; Hércules Mangueira, de Diamante; e Edvan Félix, de Catingueira, e é provável que alguns deles estejam nessa nova remessa do TCE.
            
Além da devolução de recursos, gestores e ex-gestores com pendências no TCE poderão sofrer outras sanções, a exemplo de responderem criminalmente pelos supostos desmandos que cometeram à frente do executivo. Mas, para isso ocorrer, o MP terá que mover uma ação penal contra eles e, ainda, a Justiça acatar o pedido dos promotores.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou da matéria... Comenta, vai!