quarta-feira, 12 de julho de 2017

Prima ministra aula de violino e violoncelo para adolescentes da Casa Educativa

O Prima é um Programa do Governo do Estado da Paraíba, criado há cinco anos, com a missão de montar orquestras em comunidades de vulnerabilidade social, que trabalha a inclusão através da música e das artes.


As instrumentistas ministram aulas para cada duas meninas e uma vez por semana elas terão esse contato com o violino e violoncelo.

Voluta, cravelha, pestana, espelho, corda, queixeira. Nomes estranhos para o universo de adolescentes que estão privadas de liberdade na Casa Educativa, unidade socioeducativa da Capital. Esses novos nomes, no entanto, entraram para o cotidiano delas, que agora passaram a ter aulas de violino e violoncelo, por meio do Programa de Inclusão Social através da Musica – Prima via Fundação Desenvolvimento da Criança e do Adolescente ‘Alice Almeida’ – Fundac.

Waleska Oliveira (violino) e Mayra Ferreira (violoncelo), instrumentistas do Prima, apresentaram esse “mundo novo” para as adolescentes que aos poucos estão se familiarizando com os instrumentos de cordas. O que é um violino, um violoncelo, como colocar a mão correta, essas informações necessárias estiveram na pauta do primeiro dia de aula. As instrumentistas ministram aulas para cada duas meninas e uma vez por semana elas terão esse contato com o violino e violoncelo.

Antes dos ensinamentos com as instrumentistas do Prima outras adolescentes receberam aulas de flauta doce e saxofone com o professor Elivaldo da Silva, oficineiro na unidade.

Prima e Fundac – O Prima é um Programa do Governo do Estado da Paraíba, criado há cinco anos, com a missão de montar orquestras em comunidades de vulnerabilidade social, que trabalha a inclusão através da música e das artes. O Programa atua em 11 polos localizados em nove municípios paraibanos e já serviu a mais de 1200 adolescentes e jovens que acreditaram na música como mola propulsora da educação e da cidadania.

Com a parceria com a Fundac, o Prima está instalando o seu 12º polo no Centro Socioeducativo Edson Mota (unidade para adolescentes) e na Casa Educativa (unidade feminina). Antes mesmo das aulas terem início, o Programa encaminhou três jovens, com aptidões musicais, que receberam alvará de liberdade, para polos do Prima próximos de onde moram. O interessante do trabalho executado pelo Prima dentro das unidades socioeducativas é a oportunidade que os alunos terão de dar continuidade ao estudo em outros polos que compõem o Programa. Uma forma dos educandos utilizarem a música como uma ferramenta de construção para o futuro.

Secom

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou da matéria... Comenta, vai!