segunda-feira, 31 de julho de 2017

Prefeita de Coremas é absolvida em uma ação eleitoral que pedia sua cassação, mas enfrenta outra

Por Redação da Folha -  O juiz eleitoral de Coremas, José Emanoel, julgou uma Ação de Investigação Judiciária Eleitoral (AIJE) que apurava a conduta da prefeita Chaguinha de Edilson durante a campanha eleitoral do ano passado, quando ela disputou e venceu o pleito.
            
A AIJE, protocolada pela coligação adversária, pedia a cassação da prefeita por suposto abuso do poder político na campanha eleitoral. Foi por ocasião da vinda do governador Ricardo Coutinho à cidade para assinatura da ordem de serviço para a construção de uma estação de tratamento d’água local. A denúncia é que tudo foi planejado para beneficiar eleitoralmente a candidata apoiada pelo governador.
            
O juiz em seu despacho, publicado nessa quinta-feira, 27, no entanto, entendeu que Chaguinha não cometeu nenhum delito eleitoral e absolveu a prefeita, mas ela responde a outra ação investigatória que também pede a cassação do seu mandato e que deve ser julgada nos próximos meses.
            
Recentemente, o juiz já havia absolvido também  o ex-prefeito Antônio Lopes que era acusado de abuso do poder político e econômico na campanha passada, quando disputou e perdeu a eleição para a atual prefeita.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou da matéria... Comenta, vai!