quinta-feira, 13 de julho de 2017

Pastor é preso dentro da própria igreja em Coremas por ordem da Justiça por crime sexual

Por Redação da Folha – Policiais civis de Coremas cumpriram mandado de prisão preventiva nessa terça-feira, 11, contra o pastor Leandro da Silva Pessoa, de 34 anos. Ele foi preso dentro do seu próprio templo, que é ligado à Igreja Mundial do Poder de Deus.
            
A prisão, decretada pela Justiça, é resultado de investigações da delegacia de Coremas, depois que um adolescente de 13 anos procurou a polícia, acompanhado da avó, com quem reside no bairro Cruz da Tereza, para se queixar que havia sido abusado sexualmente duas vezes pelo pastor.
            
Segundo o que relatou o garoto, o pastor costumava pegar o adolescente em casa e levá-lo em seu carro para a igreja, mas, em uma ocasião, conduziu o menino para um sítio e, em outra, para o seu apartamento, onde violentou sexualmente a vítima por meios de atos libidinosos. O pastor, que é de João Pessoa e está há somente oito meses em Coremas, negou o crime e disse que tudo não passa de uma invenção da avó do menino, com a qual ele teria uma rixa, mas não convenceu a polícia. "O menino conta tudo com riquezas de detalhes, e o próprio acusado admitiu ter levado o garoto para o sítio", comentou um agente de investigação.
            
A polícia também cumpriu mandado de busca e apreensão no apartamento do pastor, onde computadores foram apreendidos e serão periciados. Depois de preso, ele foi conduzido à cadeia de Coremas e vai responder por estupro de vulnerável.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou da matéria... Comenta, vai!