domingo, 30 de julho de 2017

Cinco na cadeia de Conceição depois de operação da Polícia Civil contra tráfico e homicídio


Por Redação da Folha – Policiais civis coordenados pelo delegado seccional Gláuber Fontes realizaram uma operação na tarde dessa quinta-feira, 27, na cidade de Conceição, quando cumpriram mandados de prisão e busca contra o tráfico de drogas e homicídio, expedido pela Justiça local por solicitação do delegado. Foram cinco presos, entre eles dois irmãos.
                  
Foram cumpridos mandados de prisão preventiva contra Geovânio Rufino Neves e Samoel Manoel Lira Neto, que são suspeitos do homicídio contra o jovem Ubajara Rodrigues Vieira, de 24 anos, na última segunda-feira, no sítio Lagoa Seca, município de Conceição. Na residência deles também foram feitas buscas, mas nada comprometedor foi encontrado.
                 
Já em cumprimento a um terceiro mandado de busca e apreensão, este na residência de Jeferson Adaildo Rufino Neves, conhecido como Jefinho, irmão de Geovânio, localizada no bairro  Nossa Senhora de Fátima, os policiais encontraram uma grande quantidade e diversidade de droga: maconha, crack e cocaína. Um revólver e munições também foram encontrados na residência.
            
O dono da casa foi preso em flagrante por tráfico e mais dois jovens que se encontravam no local também: Francielton Camargo Lacerda, conhecido como Ceguinho, e Janedilson Carvalho Vieira, apelidado de Chaquera, que negam envolvimento por tráfico,
argumentando que são apenas usuários e se encontravam na residência para comprar entorpecente. Três adolescentes que também estavam na casa foram apreendidos e serão levados à Promotoria de Justiça, que poderá pedir o internamento do trio ou a liberdade assistida. 
           
Todos os presos foram levados para a delegacia, onde foram ouvidos, e três deles autuados em flagrante pelo delegado Gláuber, e, depois, recolhidos à cadeia de Conceição. O delegado acredita ter desarticulado um grupo que distribuía droga em todo o município e também ter esclarecido o assassinato.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou da matéria... Comenta, vai!