sábado, 22 de julho de 2017

Aos 83 anos, o itaporanguense que foi fundamental em 3 marcos importantes do nosso futebol


Por Redação da Folha – O dia 19 de julho é dedicado ao futebol, um esporte muito representativo para Itaporanga, que sedia o Poeirão, considerado um dos maiores torneios amadores do mundo, e já viveu também momentos marcantes no futebol profissional com o Milréis e o Cruzeiro.
                
Mas entre tantos desportistas locais, um talvez seja o mais destacados da histórica local, especialmente na segunda metade do século passado. Embora nunca tenha sido jogador de futebol, seu Ivanó Araújo, hoje com 83 anos, foi um dos maiores empreendedores neste campo.
                
De origem familiar no sítio Cantinho, ele resgatou o futebol da comunidade rural como dirigente e treinador e levou para a cidade a base para fundar o Cruzeiro Esporte Clube, atualmente o único time profissional da cidade e que já figurou na 1ª Divisão do Campeonato Paraibano. “Aos 20 anos, eu vim mora na cidade e trouxe o time para cá, mas, aqui, a pedido de alguns amigos, mudei o nome do time de Cantinho Esporte Clube para Cruzeiro Esporte Clube”, contou Ivanó. A mudança de nome veio também de sua paixão pelo Cruzeiro de Minas Gerais, mas torce também pelo Botafogo do Rio.
                
Se o Cruzeiro nasceu das mãos dele, também foi em parte por sua influencia que surgiu o estádio O Zezão. Ivanó Araújo estava entre os itaporanguenses que pressionassem o prefeito à época, Adailton Teódulo, a comprar o terreno para fazer o campo e, depois, tiveram que sensibilizar o proprietário da área, João Inácio, para vendê-la. Também por iniciativa sua, de Ademar Soares e de Heleno Feitosa Costa foi que nasceu o Poeirão, evento que hoje traz tanta renda comercial e visibilidade para Itaporanga.
                
Apesar do seu envolvimento com futebol, sua profissão foi outra e bem distante do esporte: por mais de 60 anos, ele foi barbeiro e um dos mais prestigiados da cidade, cortando cabelo e fazendo barba, e também exerceu o cargo de vereador na Câmara Municipal. Hoje, vivendo com a esposa na Rua São José, ele aparenta boa condição física e uma memória ainda melhor, mas é a saudade dos tempos marcantes que viveu e dos muitos amigos que, de vez em quando, o incomoda um pouco, mas faz parte da vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou da matéria... Comenta, vai!