sábado, 22 de julho de 2017

Açudes da Grande JP sangram e chuvas se estendem pelo interior da PB


Os dois açudes responsáveis pelo abastecimento de água na Grande João Pessoa transbordaram com as chuvas registradas nas últimas horas. De acordo informações divulgadas pela Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa) nesta sexta-feira (21), outros três reservatórios também excederam suas capacidades máximas. 

Ainda segundo a Aesa, choveu em 68 municípios paraibanos nesta sexta. Os maiores volumes foram registrados em Pedras de Fogo (128,3 mm), Alagoa Grande (116,6), Juarez Távora (108), Serra Redonda (105), Juripiranga (102,9), Gurinhém (102), Serraria (101,4), Itabaiana (101,3), Ingá (100,2) e Cabedelo (98,5).

Nas redes sociais, moradores se queixaram da dificuldade em trafegar na estrada que liga as cidades de Alagoa Grande e Areia. Imagens compartilhadas em grupos de WhatsApp mostram árvores caídas na pista. A redação tentou contato com autoridades policiais das duas cidades para saber detalhes da situação, mas as ligações não foram atendidas.

Em Guarabira, uma ponte próxima ao acesso à estrada que liga o município a Araçagi foi interditada pela prefeitura e pelo Corpo de Bombeiros. Moradores contam que há muito tempo temem um acidente no local, devido a problemas estruturais evidentes. Agora, tanto veículos, quanto pedestres estão impedidos de passar pela ponte.

Campina Grande também recebeu chuvas e a Defesa Civil emitiu alerta, apesar de não ter registrado transtornos. “Estamos com duas equipes de plantão nas áreas de risco. Em caso
de problemas, com a ocorrência de chuvas, a comunidade pode nos acionar para que adotemos as medidas necessárias. Todo o sistema de Defesa Civil, incluindo o Corpo de Bombeiros, está em alerta”, garantiu o coordenador Ruiter Sansão.

Açudes
Na Capital, o Açude Marés atingiu 2.168.520,85 m³, equivalente a 101,49% de seu volume total. Já o Gramame/Mamuaba, situado na cidade do Conde, passou 1,65% do volume máximo e chegou a 57.878.350 m³.

Na cidade de Mari, o Açude Olho d’Água chegou a 100% de abastecimento, com 868.320,26 m³. Outro transbordamento aconteceu em Mamanguape, Litoral Norte do estado, no reservatório Jangada. Lá, o volume chegou 473.000 m³, 0,64% a mais do que suportaria.

Além disso, continua a sangrar o Açude São José II, em Monteiro. O reservatório está com 1.313.847,60 m³, quando seu máximo seria 1.311.540 m³.

Portal Correio 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou da matéria... Comenta, vai!