sábado, 20 de maio de 2017

Prestação de contas no site do TSE mostra que Bolsonaro recebeu doação da JBS

O deputado federal do PP afirma ter devolvido o montante para seu próprio partido que, mais tarde, transferiu a mesma quantia para sua campanha.


Jair Bolsonaro (PP) não se cansa de falar que é um político de moral ilibada. Ainda assim, o deputado federal compartilhou um vídeo para explicar a doação no valor de R$ 200 mil que recebeu da JBS durante sua campanha de 2014.

Os dados constam na 'Consulta aos Doadores e Fornecedores de Campanha de Candidatos' no site do TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Reeleito deputado federal com o maior número de votos no Rio de Janeiro naquele ano — foram mais de 460 mil votos —, Bolsonaro, por sua vez, afirma ter devolvido o valor doado pela empresa detentora da Friboi.


Em vídeo postado no seu canal de YouTube, o deputado indica que o montante de R$ 200 mil, que corresponde à metade do total gasto na sua última campanha, foi devolvido como "doação ao partido". Na planilha do TSE, porém, os mesmos R$ 200 mil voltam à conta de Bolsonaro, agora numa doação feita pelo fundo partidário.

A operação Carne Fraca deflagrada pela PF indica que políticos e partidos estavam envolvidos na fraude que emitia licenças sanitárias. Os desdobramentos políticos da
operação ainda não estão esclarecidos. O certo, no entanto, é que a JBS doou, em 2014, mais de R$ 360 milhões a políticos. Ao lado da Ambev e da Construtora OAS, a detentora da Friboi foi a empresa que mais doou — sendo R$ 5 milhões destinados à campanha de Dilma Rousseff (PT), outros R$ 5 milhões à campanha de Aécio Neves (PMDB) e R$ 1 milhão à campanha de Eduardo Campos (PSB).

VICE Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou da matéria... Comenta, vai!