domingo, 21 de maio de 2017

O “Poeirão” Parou Novamente Itaporanga e O Flamengo do Cardoso Foi Campeão. ( Reynollds Augusto)

PENSE NISSO! MAS PENSE AGORA MESMO
.............................................................................................
20170520_214035
O “Poeirão” Parou Novamente Itaporanga e O Flamengo do Cardoso Foi Campeão.
( Reynollds Augusto)

Ontem o Estádio o ZEZÃO parecia um formigueiro de gente, muita gente! Milhares de pessoas. Chegava a termo o “MAIOR CAMPEONATO DE FUTEBOL AMADOR DO MUNDO, com quase duzentas equipes e a maior concentração de atletas amadores do Nordeste e agora, também, até de profissionais. Segundo as regras há um número legal de profissionais que podem dele participar.

Na disputa da final o PEREIRINHA, da cidadã de Ibiara e o FLAMENGO DO CARDOSO, Itaporanga. Ibiara é a cidade da minha amada e disputamos junto, brigamos juntos, torcemos juntos, mas Itaporanga levou a melhor.

Confesso a vocês que o nome “Flamengo” causa-me uma espécie de ojeriza, mas esse é diferente, é da comunidade Cardoso, espaço de gente boa e flexibilizei o meu desconforto, se bem que o nome do time deveria ser “VASCÃO DO CARDOSO”, mas, na vida, nem tudo é cem por cento.

Torci pelo Flamengo do Cardoso. Acho que foi a única vez que o fiz e , por incrível que pareça, estava eu lá : “Flamengo, Flamengo, Flamengo!

Flamenfo do CardosoQuem vai gostar disso são os “iludidos”, Batista, da cidade de Cajazeiras Fabinho e Damião da capital federal e Carlos Diogenes Costa, de Itaporanga . Mas, foi por uma boa causa. Não se animem.

Não há dúvida que essa se tornou a festa mais popular de Itaporanga, movimentando economicamente a cidade, que consome de tudo e deixa os pequenos comerciantes com os bolsos cheios de granas. Têm de tudo, petiscos, bebidas, shows musicais, parques de diversões e até show gospel, com nossos irmãos evangélicos. Do outro lado, há o chamado “Inferninho”, que como diz o meu colega Oficial de Justiça RIVALDO OTON, é um céu.

Não concordo dom ele.

Os arredores do estádio ficam quase intransitáveis, sendo preciso cautela para se locomover. Carros e mais carros, o meu deixo sempre na praça da matriz, quando tem uma vaga, e vou a pé participar desse belo espetáculo, que começou com pequenos times, para comemorar a festa do trabalhador e hoje se tornou um evento conhecido nacionalmente.

Até a Rede Globo veio fazer registro do campeonato. À época quem ganhou o torneio foi o time JUREMA, que tinha como técnica uma mulher de garra. Durante o dia enfrentava o maior refletor do mundo, na seca braba, o sol, plantando e cuidando da terra sofrida, mas sempre generosa e á noite, conduzia um bando de “machos”, seus irmãos à vitória. Uma excelente e emocionada reportagem, como um belo texto do “carequinha” do Globo Esporte, como diz ZÉ MARIO, foi feita pelo GLOBO ESPORTES.

Um espetáculo á parte e o da Rádio Comunitária FM de Itaporanga, com uma equipe light, feliz, provocando emoção a todos os ouvintes itaporanguense, espalhados por esse mundo de meu Deus, via internet. Não dá para deixar de ouvi-la. E esse ano ela se superou. Parabéns a todos, á sua direção, que permite a transmissão desse evento, que deixa o nosso povo ligado ao rádio por esses dias, no Brasil e no mundo.

Eu tenho o Esporte como uma ferramenta de transformação social, sendo ambiente para ensinar a disciplina, o respeito ao outro, a disputa sadia e a real felicidade. Deveria ser uma “política de Estado”, promovendo o ser humano e trazendo alegrias a essa meninada em momento de formação psicológica, permitindo que eles gastem as suas energias com algo útil.

O esporte faz sorrir antes, para que não choremos depois, com os chamamentos dos porões negros da sociedade, como a droga, por exemplo.

Esse “POEIRÃO” se superou e vai deixar saudades. Mas, o bom é que a partir de segunda volta ao o ar o PROGRAMA PENSE NISSO, de férias forçadas por vinte dias, mas justificadas, para tratarmos de outras ferramentas de evolução: Espiritualidade, Espiritismo e Filosofia de Vida. Não deixe de acompanhar, pois a vida é um “ Campeonato “ que nunca vai parar.

Rimou!

PENSE NISSO! MAS PENSE AGORA MESMO!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou da matéria... Comenta, vai!