quarta-feira, 17 de maio de 2017

Morre aos 59 anos, o líder quilombola e ex-vereador Paulo Brito, em Diamante


Morreu no início da noite desta quarta-feira, 17 de maio, o ex-vereador Paulo Brito da Silva, de 59 anos. Paulo Brito chegava na casa de sua sogra quando passou mal e veio a óbito. Ele estava se tratando de um câncer desde o início da sua campanha para vereador, nas eleições de 2016, quando descobriu a doença.

Nascido no sítio Vaca Morta, Paulo Brito foi um dos principais responsáveis pelo reconhecimento das duas comunidades quilimbolas do município de Diamante, sendo Vaca Morta e Barra de Oitis.

Com pouco estudo, porém muito inteligente, Paulo já exerceu o cargo de Delegado na cidade de Santana de Mangueira, foi dos quadros da Polícia Militar da Paraíba, tendo também, grande atuação política no seu município, quando foi vereador por dois mandatos. Ele ainda foi secretário da Prefeitura e em 2016 tentou novamente uma vaga na Câmara Municipal. Ele era seguidor ferrenho do ex-prefeito Odoniel Mangueira que hoje tem sua esposa no comando do executivo local, a Prefeita Carmelita.

O ex-vereador deixa 6 filhos, sendo 3 do primeiro casamento, 1 no segundo e os dois mais novos ainda menores de idade, com a sua esposa, Ana Maria Ferreira Gomes que fica
viúva.


O velório deverá acontecer na residência da família que fica na Rua Prefeito Dionísio Mangueira, próximo a academia de saúde, no centro de Diamante. O sepultamento acontecerá nesta quinta-feira, dia 18, quando Paulo receberá as últimas homenagens na Câmara Municipal, durante o cortejo fúnebre.

DOL

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou da matéria... Comenta, vai!