segunda-feira, 1 de maio de 2017

Lá vem o Poeirão, de Itaporanga. Leia o texto de Reynolds Augusto

Sempre vou com a família torcer. E ao redor do estádio muita animação, parques, comidas típicas…


O torneio começou com o propósito de o Atlantida Esporte Clube homenagear os trabalhadores da nossa região. Hoje ganhou abrangentes dimensões, ao ponto de a Rede Globo de Televisão enviar o Globo Esporte a Itaporanga para fazer uma excelente reportagem com o time vencedor do torneio daquele ano,o JUREMA:

Hoje, tornou-se uma das festas mais importantes do Vale do Piancó, de Itaporanga, ganhando até do tradicional São Pedro de rua. O comércio fica movimentadíssimo e vêm times até de outros municípios para participar do torneio que, agora, ultrapassou as suas fronteiras. Ônibus e mais ônibus.
É o maior Campeonato de Esporte Amador do Mundo e com nomes de times cada um mais estrambótico do que o outro.


Uma diferenciação; é que as rádios locais transmitem o torneio para o mundo, pelas suas ondas, via internet. Com a participação, em tempo real, de ouvintes do Brasil inteiro, São Paulo, Brasília… É a turma matando as saudades da sua terra, da rainha do Vale.
É muita emoção, com os comentários animados do “Veneno da Cobra Coral”, que na verdade, promove mais cura do que causa prejuízo, o Jornalista Claudio Nepó entre outros comentaristas.
Sem falar das equipes nota dez, com repórteres em campo trazendo os dramas e felicidades dos jogadores e um narrador que anima a festa anual que dá gosto de ouvir.
Só fico um pouco triste, mais satisfeito, porque durante o torneio eu tiro férias forçadas e não levo ao ar o Programa “Pense Nisso”, Filosofia, Espiritualidade e Espiritismo, que vai ao ar todos os dias pelas 17 horas, mesmo no momento dos jogos.
É tempo também do, segundo dizem, “O dia da mentira”, pois os políticos aparecem para prestar contas do que eles nunca fizeram. Pelo menos dessa vez, o Estádio o “ZEZÃO” está mais apresentável, com algumas incongruências internas. Em vez de aumentarem as arquibancadas, as diminuíram, a reforma deu para trás, pelo menos a “capa” ficou mais apresentável.
Sempre vou com a família torcer. E ao redor do estádio muita animação, parques, comidas típicas…
O ano passado teve até show Gospel.
Estava pretendendo inscrever um time do Centro Espírita Jesus de Nazaré, com Vicente Tobias como técnico, nosso coordenador, porque o homem sabe das coisas; Dedé como atacante; Herculano como volante, Paulo Henrique e Porcino, como laterais; Nivaldo ficaria no meio do campo, Campos na retranca… e eu iria para o gol, como sempre,pois desde pequeno sou ruim de bola para “dedéu”.
Mas não deu, não houve tempo para os treinos. Quem sabe o ano que vem, o “Poeirão não é para amador”.

Reynolds Augusto - Blog Pense Nisso

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou da matéria... Comenta, vai!