segunda-feira, 8 de maio de 2017

Em Itaporanga, jovem é preso na porta do Inferninho e diz por que queria dançar armado

Por Redação da Folha – Preso por policiais militares no final da noite desse sábado, 6, na entrada de um espaço dançante instalado dentro do estádio O Zezão, onde está ocorrendo o Poeirão, o jovem Daniel Lúcio de Oliveira, conhecido como Goiabinha, de 23 anos, foi conduzido à delegacia. Em vez de festa, ele passou a noite em um xadrez. 
                
A prisão foi por causa de um porte ilegal de arma. Policiais desconfiaram do comportamento do jovem e o revistaram, encontrando com ele um revólver calibre 38 com três munições intactas. Autuado em flagrante na manhã deste domingo, 7, pelo delegado Dias, o rapaz, que reside na saída para Piancó, pagou fiança de um salário mínimo e vai responder ao processo em liberdade.
                
Em depoimento ao delegado, ele, que já tem passagem anterior pela polícia, confirmou que a arma é de sua propriedade e disse que estava na entrada da festa portando o revólver para sua segurança pessoal. Se não fosse a polícia, Daniel certamente teria entrado ao local dançante armado, o que seria um perigo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou da matéria... Comenta, vai!