quarta-feira, 24 de maio de 2017

CHICA BURREGO


Chica faz parte do Coral da Igreja de Nossa Senhora da Conceição, Iraporanga, onde começou ainda criança, com apenas nove anos e teve a honra de participar da gravação do Hino Oficial de Itaporanga, em Campina Grande. O hino foi encomendado pelo então prefeito Dr. João Franco da Costa e teve como compositor, o conterrâneo e poeta Vicente Cassimiro.

Francisca Paulo Virgolino nasceu no Sítio Jenipapo, na Misericórdia/Itaporanga de antigamente. Ela era filha de Manoel Francisco de Paulo e Quitéria Soares e veeio ao mundo as 2h30 da madrugada do dia 17 de maio de 1945, passados apenas dez dias da assinatura da rendição dos alemães na Segunda Guerra Mundial. O parto foi assistido pela parteira Delaide.

Egressa do Grupo Simeão Leal, onde estudou as primeiras letras. Em 17 de dezembro de 1961, com apenas 16 anos, casa-se com Manoel Virgulino, pai de seus 14 filhos, mas seis morreram ficando apenas oito: Cícero Paulino Virgolino, o ex-secretário de infraestrutura no governo de Djaci Brasileiro, Cícero Grude; Franceiron Virgolino,; Manoel Paulo Virgolino; Sergio Luiz Paulo Virgolino; Maria do Socorro Paulo; Ana Cristina Virgolino; Joana Paulo Virgolino e Francimaria Virgolino.

Trabalhou durante 18 anos como auxiliar de serviço na Escola Estadual Terezinha Gomes, recentemente transformada em Escola de Musica pelo governador Ricardo Vieira Coutinho.

Chica ganhou o apelido de Burrego, que era como comumente se referiam a seu pai. Embora conhecidas pelo mesmo apelido, ela não e família da grande parteira e eleita A Itaporanguense do Século: Mãe Burrego ou Maria de Burrego.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou da matéria... Comenta, vai!