sábado, 13 de maio de 2017

13 de Maio


13 de maio é o 133º dia do ano (134º em anos bissextos). Faltando 232 dias para acabar o ano. O 13 de maio, por tratar-se do 133º dia do ano é considerado pelas ordens secretas, esotéricas, filosóficas e místicas como sendo uma proporção áurea do ano. Neste dia, a raça negra comemora a abolição dos escravos (se é que houve!) e a Lei Áurea, assinada pela Princesa Isabel. 

A Lei Imperial nº. 3.353, mais conhecida como Lei Áurea, sancionada em 13 de maio de 1888, foi o diploma legal que extinguiu a escravidão no Brasil. Foi precedida pela lei nº. 2.040 (Lei do Ventre Livre), de 28 de setembro de 1871, também conhecida como “Lei Rio Branco”, que libertou todas as crianças nascidas de pais escravos e pela lei nº. 3.270 (Lei Saraiva-Cotegipe), Lei dos Sexagenários, promulgada em 28 de setembro de 1885. Essa lei concedia liberdade aos escravos com mais de 60 anos de idade. 

Num domingo, a 13 de maio de 1888, dia comemorativo do nascimento de D. João VI, foi assinada por sua bisneta Dona Isabel, princesa imperial do Brasil, e pelo ministro da Agricultura da época, conselheiro Rodrigo Augusto da Silva a lei que aboliu a escravatura no Brasil. O Conselheiro Rodrigo Augusto da Silva fazia parte do Gabinete de Ministros presidido por João Alfredo Correia de Oliveira, do Partido Conservador e chamado de “Gabinete de 10 de março”. Dona Isabel sancionou a Lei Áurea, na sua terceira e última regência, estando o Imperador D. Pedro II do Brasil em viagem ao exterior.

O projeto de lei que extinguia a escravidão no Brasil foi apresentado à Câmara Geral, atual Câmara dos Deputados, pelo ministro Rodrigo Augusto da Silva, no dia 08 de maio de 1888. Foi votado e aprovado nos dias 09 e 10 de maio de 1888, na Câmara Geral.

A Lei Áurea foi apresentada formalmente ao Senado Imperial pelo ministro Rodrigo Augusto da Silva no dia 11 de maio. Foi debatida nas sessões dos dias 11, 12 e 13 de maio. Foi votada e aprovada, em primeira votação no dia 12 de maio. Foi votada e aprovada em definitivo, um pouco antes das treze horas, no dia 13 de maio de 1888, e, no mesmo dia, levado à sanção da Princesa Regente.

Foi assinada no Paço Imperial por Dona Isabel e pelo ministro Rodrigo Augusto da Silva às três horas da tarde do dia 13 de maio de 1888. O processo de abolição da escravatura no Brasil foi gradual e começou com a Lei Eusébio de Queirós de 1850, seguida pela Lei do Ventre Livre de 1871, a Lei dos Sexagenários de 1885 e finalizada pela Lei Áurea em 1888. O Brasil foi o último país independente do continente americano a abolir completamente a escravatura. O último país do mundo a abolir a escravidão foi à Mauritânia, somente em 09 de novembro de 1981, pelo decreto nº. 81.234.

Passados já quase 130 anos o preconceito racial é gritante no país. Aliás, o brasileiro tem preconceito de cor, gênero, religião etc.. Por isso, muitos movimentos, em defesa dos negros, prega: Preto é cor, Negro é raça! Não mais deveria existir essa barbaridade, pois segundo a consulesa de Israel, que foi expulsa do Brasil, na época de Castelo Branco, pro querer que um jovem preto fosse diplomata, mandou um telegrama, quando o presidente morreu: - O Brasil esta de parabéns pela morte de Castelo, afinal vocês têm uma feijoada de raças. 

A palavra Áurea, que vem do latim Aurum, é uma expressão de uso simbólico que significa “feito de ouro”, brilhante, magnífico, nobre ou “de muito valor” e luz.

O dia 13 de maio é considerado data cívica no Brasil. O decreto nº. 155 B, de 14 de janeiro de 1890, estabeleceu um feriado nacional em 13 de maio, declarando-o “Consagrado á comemoração da fraternidade dos Brasileiros”. Este feriado existiu até 15 de dezembro de 1930, quando Getúlio Vargas o revogou através do decreto nº. 19.488.
Ver mais em http://pt.wikipedia.org/wiki/Lei_Áurea
Fatos importantes que aconteceram neste dia:
1699 — Nascimento de Sebastião José de Carvalho e Melo, Marquês de Pombal (morreu em 1782).
1767 — Nasceu o Rei Dom João VI de Portugal (morreu em 1826).
1881 — Nasce Lima Barreto, escritor brasileiro (morreu em 1922).
1917 — Três crianças (pastorinhos) declaram ter visto uma aparição da Virgem Maria sobre uma azinheira, na Cova da Iria, perto de Fátima, Portugal.
1928 — Nascimento de Ângela Maria, cantora brasileira.
1933 — Nasceu Waldick Soriano, cantor e compositor brasileiro (morreu em 2008)
1967 — Entra no ar, em São Paulo, a TV Bandeirantes. A Band.
1981 — O Papa João Paulo II sofre um atentado na Praça de São Pedro, no Vaticano.

Na sessão do dia 13 de maio de 2000, o vereador José Porcino propôs a concessão do título de “Cidadão Itaporanguense” ao Pastor Cirino Refosco, da 1ª. Igreja Batista de Itaporanga.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou da matéria... Comenta, vai!