segunda-feira, 3 de abril de 2017

Sábado violento no Vale: atropelamento com morte em Conceição; e tentativa de homicídio em Piancó

Por Redação da Folha – No começo da tarde desse sábado, 1º, o agricultor Francisco Gomes Cardoso, de 51 anos, teve morte imediata ao ser atropelado na rodovia estadual 386, trecho que cruza o sítio Cabaça dos Martins, município de Conceição.
                
Segundo informações policiais, o agricultor residia no sítio, mas havia passado a manhã na cidade. Ele retornou para casa em um carro de linha e, no momento que desceu do veículo e atravessava a pista, não viu a aproximação de um carro em volocidade na via e terminou atropelado.
                 
Com politraumatismo, o agricultor teve morte imediata para o desespero de sua família. Segundo ainda a polícia, o veículo que atropelou a vítima é um Fox com placa da cidade baiana de Feira de Santana e que supostamente era conduzido por Francisco de Assis Lacerda.
                
O motorista fugiu após o acidente, temendo represária por parte da família da vítma, mas o carro foi abandonado no local e apreendido pela polícia, e, em seguida, por não haver nenhuma restrição contra o veículo, ele foi entregue a familiares do acusado que residem em Conceição. O condutor deverá apresentar-se à polícia nos próximos dias para prestar esclarecimentos sobre o acidente.
                
Já em Piancó, na madrugada deste sábado, um adolescente de 17 anos invadiu a casa de um desafeto e o feriu com dois golpes de foice. A tentativa de homicídio foi no conjunto
Mariz, onde vítima e acusado residem.
         
João Avelino da Silva, conhecido com Lola, de 25 anos, estava deitado em uma cama, quando foi atingido. Sua mulher e filho dormiam em outro quarto. Ele conta que acordou o golpe na cabeça e viu o adolescente fugindo, conseguindo identificá-lo.
                
A vítima foi socorrida para o hospital de Piancó com ferimentos graves, mas não corre risco de morte. O adolescente foi apreendido horas depois e encaminhado à delegacia, onde foi autuado pelo delegado José Pereira e deverá ser encaminhado para um centro de internamento em Sousa, por onde já passou duas vezes por outros delitos.
                
O motivo do crime teria sido vingança: o rapaz vítima dos golpes seria testemunha de acusação em um processo contra o adolescente, que confessou o crime e disse que não encontrou dificuldades para entrar na casa porque a porta estava aberta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou da matéria... Comenta, vai!