segunda-feira, 24 de abril de 2017

Pobre de Espírito!

1P Nisso e Direito
BOM DIA !

PENSE NA VIDA.
.......................................................................
Pobre de Espírito!
(Rey Auca)
Sabe, leitor, quem usou muito essa expressão ( pobre de Espírito) foi Jesus, o maior “cabra da peste” que já apareceu por essas bandas.
Geralmente o vulgo, interpreta essa expressão atribuindo-lhe uma definição diversa da realidade e entendendo que “pobre de espírito” seria aquela pessoa sem inteligência ou com ela apoucada ou, ainda, os medíocres. Isso é um erro.
Alias, nas expressões dos antigos, mais no antigo testamento, é preciso retirar o espírito da letra, pois “a letra mata e o espírito vivifica”. Se o “cabra” não tiver uma visão histórica e espiritual das escrituras ditas sagradas , sempre cairá em erro, vivendo por aí defendendo bobagens.
Foi por isso que Deus, a causa, a pedido de Jesus, mandou que viesse a Doutrina Espírita, o Consolador prometido por , que resgata a sua mensagem de raiz, distorcida pelos interesses do homem egoísta, hipócrita, dominador. Restaurand-a e dizendo novas verdades, pela “boca” dos imortais e muitos deles “santos” da igreja católica, como Santo Agostinho.
Né não?
“... Mas aquele consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito”... ( João, 14, 26) .
Tem gente pensando que Jesus vai voltar para dizer o que já foi dito. Bobagem! Faz um pouco mais de dois mil anos que ele esteve pro aqui, nós o assinamos, no maior juízo de exceção que essa humanidade já realizou e ainda não aprendemos a lição do amor e do perdão. E, do jeito que ainda está, se voltasse seria morto novamente. É preciso, primeiro, viver a lição.
Não que seja impossível a sua volta, uma vez que o espírito “sobra onde quer”, mas na cadência da ordem divina não será preciso. Ele já disse que “nenhuma só das ovelhas do meu Pai, se perderá e que os bons herdarão a Terra. Não tenhamos pressa. Até lá muita água vai rolar. Muitas dores e sofrimentos gerados por nós mesmos e também muita felicidade vão acontecer, pois a Terra é educandário para as vidas.
Nada de pressa!
As igrejas estão cheias e os centros espíritas também. Ainda bem. Mas, o laboratório à aplicação da sua tese é a vida, mas o mundo ainda vive enganado, onde a maldade ainda tem espaço, pois o bem é um “cabrinha” tímido e assim o mal faz zoada.
Vivemos sempre na expectativa de que algo ruim pode acontecer. Não é para menos, estamos no planeta Terra e é mesmo que estar numa prisão. Mas ele, também, é educandário e hospital.
A expressão “pobres de espírito”, na acepção do mestre Jesus, tem relação com a simplicidade do coração e a humildade do espírito. Pense numa luta difícil! Vencer os nossos defeitos é o desafio. Mas, é possível.
Tudo que J.C pregou é realizável, senão não teria sentido a sua vinda ao planeta para ensina a “feras” os reais valores da vida.
É preciso menos rezas, menos blá, blá, blás e mais ação. É preciso sair das igrejas e dos centros espíritas também para viver o amor.
PENSE NISSO! MAS PENSE AGORA MESMO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou da matéria... Comenta, vai!