domingo, 23 de abril de 2017

ONDE FOI PARAR A CULTURA, CADÊ NOSSA TRADIÇÃO?


Em Junho começa nosso São João e é logo no começo mês, o quinto ano da administração Romero Rodrigues. Com a grade programática que foi posta é momento de se fazer uma analise dos acontecimentos e afirmar que a terceirização da festa não foi salutar para a cultura e nem para a tradição junina que faz parte do suor forrozeiro exalado pelo paraibano e especificamente pelos caquenagrandenses como dizem os trezeanos.

A administração Romero é boa? Claro que é, porém é preciso pensar nos pontos positivos e não se esquecer dos negativos.

A terceirização foi boa? Não sei, o que sei é que o JUNINO foi ocupado por BARRETOS e a festa do Pinhão de Boiadeiro está aí nas nostas barbas só não sei dizer se a ALIANÇA vai usar a PIRÂMIDE como arena de montaria para bois e cavalos. 


Sabendo-se porém dos pontos positivos da administração Romero, cabe ao mesmo repensar esse PROGRAMA que foi passado para a sociedade e lembrar que o São João
de Campina é UMA JÓIA RARA, que Tom Oliveira descreveu para mastrar ao nundo que a Paraíba tem tradição; o São João de Campina é dos TROPEIROS DA BORBOREMA que Asfora pintou na sua privilegiada imaginação; é o São João da irreverência de Biliu, da Sanfônica de Edmar Miguel e da artista mais completa do Estado Lucy Alves.

Mas, não foram nossos artistas que foram postos em segundo plano, foram nossos valores culturais que deixaram de ser Joias Raras e quem fez isso foi uma ALIANÇA que não se sabe se é de ouro ou de latão, porém os sertanejos vêm a preço de ouro.

Ronaldo Cunha Lima deve estar muito triste no seu repouso eterno, pois ele não permitiria essa falta de bom senso disso que está acontecendo.

Romero! Repense o nosso São João.

João Dehon Fonseca

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou da matéria... Comenta, vai!