quinta-feira, 27 de abril de 2017

Após votação da reforma, governo convoca reunião com infiéis

Partidos que foram contrários a reforma trabalhistas podem sofrer corte de cargos



O texto da reforma trabalhista foi votado e aprovado nessa quarta-feira (26) na Câmara dos Deputados. Logo após a votação, o Palácio do Planalto convocou os líderes de partidos aliados para uma reunião que acontecerá na tarde desta quinta (27).



De acordo com a coluna Painel, da Folha de S. Paulo, a pauta discutida será a infidelidade e exonerações.


Os partidos DEM e PSDB foram considerados os mais fiéis ao governo. Já no PSB, que havia se manifestado contra a reforma, 14 dos 30 deputados que votaram foram a favor. Os parlamentares do Pros irritaram aliados de Temer, o partido tem cinco parlamentares, e quatro foram contra a reforma.



Leia também: Temer cortará ponto de quem faltar ao trabalho e aderir à greve


Notícias ao Minuto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou da matéria... Comenta, vai!