terça-feira, 18 de abril de 2017

18 de abril - Aconteceu em Itaporanga


No dia 02 de dezembro de 2006, a Câmara, em sessão extraordinária, transformada em “Solene”, votou e aprovou o Projeto de Lei n°. 79/2006, instituindo o “Dia Municipal do Livro dos Espíritos”, numa proposição do vereador Herculano Pereira Sobrinho. Nessa mesma sessão, homenageou o Centro Espírita Jesus Nazareth pelos seus 40 anos de existência, na cidade de Itaporanga, iniciando com uma prece, proferida, pelo Sr. Vicente Filho e a apresentação musical do Sr. Marcos Lima e do Coral, formado de jovens do Grupo Espírita da Paz - GEP. O Dr. José Campos de Lacerda, na sua preleção, fez um relato histórico do Espiritismo, destacando o Sr. Fernão Dias de Sá, que, apesar de não ter formação, a nível de 3°. grau, exercia, com maestria e extrema habilidade, as atividades de Pintor, Astrônomo, Arquiteto e Topógrafo; o Sr. Malto Diniz, Felinto Saturnino (Quinzim), José Basílio, Antônio Bandeira, Neto Ferreira, Francisco Pedro, Ribot de Sá, Paulo Henrique, Reynauds Augusto Cabral, Nivaldo de Freitas, José Campos de Lacerda e José Martins Neto e mostrando o quanto, todos, deram suas contribuições, durante suas gestões, como presidentes do Centro. Também, se fez presente, nessa Sessão, o Dr. José Raimundo, Presidente da Federação Espírita Paraibana, que falou dos ensinamentos de Alan Kardec, do Livro dos Espíritos, publicado, em 18 de abril de 1857 e aceito em mais de 35 Países. Encerrou sua palestra, dizendo que a Doutrina Espírita aceita Deus, crê na reencarnação e tem a morte, como uma desencarnação.

No ano de 2007 comemorava-se 150 anos de O Livro dos Espíritos e, o dia 18 de abril foi comemorado em grande evento. Fizeram camisetas, formou-se um coral de jovens, elevadas vibrações mentais em torno do dia foram feitas, e grande divulgação na Rádio Correio AM por Flávio José. Esta gestão ficou marcada pela implantação dos estudos sistematizados ESDE e EEM - Estudo e Educação da Mediunidade, ambos trabalhados com roteiros das apostilas da Federação Espírita Brasileira (FEB), porque foram anos de luta para fundar um grupo de estudos sérios e contínuos, tendo seu início em 03 de outubro de 2007, sendo ministrado ininterruptamente por Jardel Carlos até os dias de hoje.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou da matéria... Comenta, vai!