segunda-feira, 20 de março de 2017

Temer convida embaixadores para churrascaria que serve carne importada

Presidente considerou ainda que, dos 11 mil funcionários do Ministério da Agricultura no país, somente 33 estão sendo investigados por envolvimento no caso


O presidente Michel Temer convidou os embaixadores dos países que mais importam carnes do Brasil para um churrasco em uma das casas mais frequentadas de Brasília (DF). A gafe é que a carne servida era importada, não nacional.

O convite foi feito durante reunião no Palácio do Planalto neste domingo (19) para esclarecer que não há risco sanitário no produto nacional.

No encontro, Temer tentou minimizar os resultados da Operação Carne Fraca, da Polícia Federal. O presidente afirmou que, das 21 unidades frigoríficas envolvidas na operação, somente 6 exportaram nos últimos 60 dias.

Temer disse que todos esses frigoríficos foram submetidos a uma força-tarefa ("regime especial de fiscalização") e três foram suspensos.

"Isso é um mínimo sobre o tanto de plantas frigoríficas em nosso país", disse o presidente Temer aos embaixadores. "Temos 4.837 unidades sujeitas à fiscalização no país. E 21 supostamente envolvidas em irregularidades."

O presidente considerou ainda que, dos 11 mil funcionários do Ministério da Agricultura no país, somente 33 estão sendo investigados por envolvimento no caso.

"O governo reitera a confiança na qualidade do produto nacional", disse Temer. "O Ministério [da Agricultura] tem um rigoroso controle e esse padrão fez com que ganhássemos mercado em mais de 150 países." 

Folhapress

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou da matéria... Comenta, vai!