sexta-feira, 17 de março de 2017

Prefeitura de Itaporanga contrata tratores para aragem, mas questionamentos são levantados


Por Redação da Folha – A Prefeitura de Itaporanga publicou nesta sexta-feira, 17, o contrato que firmou com uma empresa local para a locação de tratores destinados ao corte de terras de agricultores de baixa renda para o plantio no município.
            
O valor geral do contrato é de 130 mil reais, mas alguns agricultores ouvidos pela Folha fizeram questionamentos com relação ao corte de terra este ano. Eles acham alto o valor contratado para este tempo, já fora do período normal de plantio, pois, considerando o valor da hora a 130 reais, resultaria em mil horas, supostamente bem acima da atual necessidade dos agricultores aptos ao benefício, principalmente pelo atraso no início do corte, motivando alguns trabalhadores rurais a desistirem da aragem.
            
Mas o principal questionamento é que os agricultores, mesmo reconhecidos como de baixa renda pelo município, são obrigados a arcar com metade do custo da aragem, ou seja, cada um tem que pagar 65 reais, um valor alto para o homem do campo que já sofre com seis anos de estiagem e vivencia um inverno não muito seguro. “Em todos os municípios, aqui nas redondezas, os agricultores não pagaram pelo corte de terra, mas aqui em Itaporanga tem que pagar, é difícil você tirar de onde não tem”, disse um trabalhador rural.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou da matéria... Comenta, vai!