sexta-feira, 3 de março de 2017

Mais uma arenga na Câmara de Itaporanga por causa de projeto que antecipa eleição

Por Redação da Folha – Grande parte do tempo da sessão desta quinta-feira, 2, os vereadores de Itaporanga gastaram em uma discussão acalorada sobre o Projeto de Resolução que antecipa, para o dia 9 de março, a eleição da presidência da Câmara Municipal para o biênio 2019/20, o mesmo que aconteceu na reunião anterior, quando o projeto foi aprovado em primeiro turno.
            
A votação em segundo turno deveria acontecer nesta quinta-feira, mas a vereadora Isabele Mendes, que é membro da Comissão de Constituição e Justiça, e não participou da reunião da comissão que deu parecer favorável à matéria, pediu vistas ao projeto, aumentando ainda mais o desentendimento entre oposição e situação.
            
A vereadora é contra o projeto por entender que não há nenhuma necessidade de antecipar a eleição da Câmara, a não ser favorecer interesses de alguns vereadores, em detrimento dos grandes problemas que passam a população local. A mesma opinião tem os vereadores Márcio Rodão e Jailson de Zeca, que votaram contra, mas foram votos vencidos.
            
O projeto é de autoria de dois dos vereadores ligados politicamente ao prefeito, Jucivan Araújo e Hélio do Bar, que apresentou e teve aprovado um requerimento de uma sessão extraordinária para a próxima terça-feira somente para discutir o projeto e garantir sua aprovação final e a eleição do dia 9 próximo.
             
Além de tomar um tempo que poderia ser precioso da Câmara no debate dos problemas locais, o projeto também começa a ter custos aos cofres públicos porque sessão extra é dinheiro a mais nas contas dos parlamentares mirins. Problemas gravíssimos de educação, seneamento e saúde ainda não mereceram uma sessão extraordinária. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou da matéria... Comenta, vai!