quarta-feira, 15 de março de 2017

Concursados de Diamante voltam ao Ministério Público na luta pela regularização do certame

Por Redação da Folha – Dezenas de candidatos aprovados no concurso da Prefeitura de Diamante voltaram ao Ministério Público de Itaporanga na tarde desta terça-feira, 14, em mais um passo na luta que travam para que a Justiça reconheça a regularidade do certame, que se encontra suspenso.
               
O concurso foi suspenso no dia 10 de novembro do ano passado por decisão liminar da Justiça de Itaporanga, que atendeu a pedido de candidatos não aprovados no concurso e que apontaram supostas irregularidades no certame para embasarem a ação contra o concurso.
                
Os candidatos aprovados recorreram da decisão da Justiça, que agora vai jugar o mérito da questão: eles contestam que tenha havido ilegalidades no concurso e argumentam que os denunciantes são figuras ligadas politicamente à atual gestão municipal, que não teria interesse de manter o concurso realizado pela gestão passada.  “Prejudicaram o concurso por interesse somente político, mas espero que a Justiça veja toda essa armação que tanto nos prejudicou, por isso estamos aqui pela segunda vez e vamos continuar lutando por nossos direitos”, disse uma candidata aprovada e umas das presentes na Promotoria.
                
Nesta tarde, no Ministério Público, os concursados estavam acompanhados do advogado Marcílio Batista, que foi recebido pelo promotor de Justiça. Conforme o advogado, o promotor disse que, no começo da próxima semana, vai emitir o seu parecer no caso. “Fizemos a contestação da ação movida contra o concurso e agora é esperar o parecer do promotor e a decisão do juiz, mas o direito dos concursos é, no meu entender, excelente, e agora vamos esperar a decisão”, comentou Marcílio. Foto: advogado conversa com alguns dos aprovados após voltar de encontro com promotor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou da matéria... Comenta, vai!