segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

Secretário uruguaio que ajudaria a Lava Jato é encontrado morto

Carlos Díaz combatia a corrupção e era peça-chave na colaboração com a Justiça brasileira; corpo dele foi encontrado boiando em uma piscina


O Secretário Nacional de Luta contra a Lavagem de Dinheiro do Uruguai, Carlos Díaz, foi encontrado morto na noite deste sábado (25) em Punta del Este, no litoral do país. O corpo dele foi achado boiando na piscina de sua casa. Para quem não sabe, Díaz é autor de um projeto contra lavagem de dinheiro do governo do presidente Tabaré Vázquez e, recentemente, se tornou peça fundamental na apuração do elo entre Brasil e Uruguai acerca da Operação Lava Jato.

De acordo com o jornal O Globo, a polícia suspeita de que Carlos Díaz tenha sofrido um infarto, mas uma perícia vai investigar o caso a fundo para determinar as causas da morte do secretário.

O caso é acompanhado com demasiada atenção pela Justiça do Uruguai.

Díaz tinha se mostrado disposto a montar uma força-tarefa no Uruguai, cedendo instalações e informações aos investigadores brasileiros, a fim de desvendar os esquemas de corrupção da Lava Jato, sobretudo do dinheiro repassado de um país para o outro.


Notícias ao Minuto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou da matéria... Comenta, vai!