quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Pastora evangélica de Conceição é a primeira mulher a celebrar casamento religioso


A pastora da Igreja Evangélica Batista de Conceição, Eneide Alvarenga Terto Vieira Ramalho é a primeira mulher a celebrar casamento religioso, na região do Vale do Piancó. A celebração, que registrou o marco, ocorreu no início da noite deste sábado (28), no auditório do Instituto João Siqueira de Figueiredo, na cidade de Conceição. Na ocasião, casaram os jovens, Adão e Jéssica, ambos membros da igreja, na qual a pastora ministra.

Eneide Alvarenga é casada com o empresário, proprietário da farmácia Nova Vida, Edvaldo Vieira Ramalho, com quem tem dois filhos: Elyssama e Elyakin. Os dois, por sinal, foram padrinhos do casamento.

Apesar de ser a sua primeira celebração, a pastora não demonstrou ansiedade. Ela foi segura na cerimônia e transmitiu aos noivos muita emoção no ritual religioso. “A base de tudo é a palavra de Deus, o amor, a união. Seguimos o ritual da igreja e nos saímos dento
do satisfatório. A cerimônia não só emocionou os noivos, como a mim mesma, pela experiência vivenciada neste momento e pelo amor celebrado”, destacou a pastora, momentos depois da celebração.


Assim como todas as religiões, a Igreja Batista possui seus requisitos e procedimentos para a realização de um casamento. Esta religião segue os preceitos da Bíblia no livro dos atos dos Apóstolos. Quem celebra a cerimônia são os pastores e normalmente eles não realizam cerimônias mistas, ou seja, noivo e noiva devem seguir esta mesma religião.


Preparação
A cerimônia protestante se inicia muito antes do casamento. O primeiro passo é o encontro entre o pastor, noivos e seus pais para que todos se conheçam. O pastor avalia neste momento se o casal possui maturidade para assumir o compromisso para iniciar a vida matrimonial.

Nestas reuniões, os noivos recebem conselhos e orientações para a futura vida a dois. O pastor, ao conhecer os noivos, também prepara seu sermão baseado nas conversas e sessões que realizam. Assim, os sermões nos casamentos na Igreja Batista são sempre baseados na personalidade do casal, o que deixa a cerimônia mais pessoal e romântica.

Por Gilberto Angelo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou da matéria... Comenta, vai!