terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

Nomeação de novo ministro do Supremo pode afetar a Lava Jato

Procurador Deltan Dallagnol, coordenador da investigação em Curitiba, demonstrou preocupação em texto publicado na segunda (6), antes do anúncio do nome de Alexandre de Moraes para a vaga


A nomeação do novo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) pode ter impacto indireto sobre a Lava Jato. Isso porque embora não vá assumir a relatoria do caso, o nomeado será revisor da Lava Jato no plenário do Supremo e, com isso, poderá atuar em ações que envolvem o presidente da República, que o indicou. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

Além disso, o novo juiz também deverá opinar em ações que envolvem os presidentes da Câmara e so Senado, já citados em delações premiadas homologadas na investigação.

Antes da confirmação da nomeação de Alexandre de Moraes para a vaga no STF, o procurador Delton Dallagnol, coordenador da Lava Jato em Curitiba, demonstrou
preocupação com a escolha do novo ministro.


Deltan Dallagnol
na segunda
O novo Ministro do STF e o impacto na Lava Jato
Mesmo com a redistribuição da Lava Jato no STF para o Ministro Edson Fachin, a escolha do novo Ministro terá forte impacto na Lava Jato e nas demais investigações sobre corrupção. Isso especialmente em razão da orientação do tribunal sobre a execução provisória da pena. Ano passado, o tribunal entendeu que ela é possível, por 6 votos contra 5. O Ministro Teori estava dentre os vencedores. O novo Ministro pode inverter o placar....
Ver mais

4,1 mil


Sem mencionar possíveis candidatos, Dallagnol que o novo juiz so Supremo teria "forte impacto" sobre o futuro da operação. A desconfiança vem por causa da possível posição de Moraes sobre a prisão de reús após condenação em segunda instância. A votação sobre o assunto no STF está em 5 votos a 6. 


Notícias ao Minuto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou da matéria... Comenta, vai!