segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

NO SERTÃO: Imagens de garota de 15 anos nua vazam no WhatsApp e namorado é o principal suspeito


Uma garota de 15 anos, que mora na cidade de Pombal, teve suas fotos íntimas divulgadas no WhatsApp, na semana passada. O ex-namorado da garota está sendo investigado pela Polícia Civil, ele é o principal suspeito de ter divulgado as imagens nas redes sociais.

De acordo com informações da Polícia, a jovem procurou a delegacia de Pombal, para prestar depoimento sobre o caso, já que as imagens circulam em vários aparelhos celulares e no Facebook. “Ela denunciou o acusado, que provavelmente é um amigo ou um ex-namorado. O suspeito postou as fotos dela nua no aplicativo WhatsApp e estas imagens se espalharam nas redes sociais”, disse o Delegado Dr. Sylvio Rabello.

Segundo o delegado, o inquérito policial deverá ser concluído nos próximos 30 dias, e o responsável pela divulgação das imagens será preso, já que se trata de um crime cibernético.

Tratamento psicológico
A psicóloga Kamilla Pires declarou que as redes sociais estão se tornando um risco nos dias atuais. “A internet está deixando vários jovens dependentes, e acaba se tornando um
risco para as pessoas. Muitos jovens estão usando internet de forma errada, e em alguns casos, eles acabam violando a própria intimidade”, disse.

De acordo com a psicóloga, quando uma pessoa se sentir constrangida após ter sua foto intima divulgada nas redes sociais, é necessário que ela procure realizar uma Terapia cognitivo-comportamental (TCC), que é um tratamento de autoajuda através da psicologia.

Suicídios
No mês de novembro, em um intervalo de dez dias, duas jovens se suicidaram após terem imagens íntimas divulgadas na internet. Julia Rebeca, de 17 anos, e uma garota gaúcha de 16 anos foram vítimas do Revenge Porn (pornografia de revanche), termo usado para designar materiais íntimos divulgados na internet sem o consentimento do indivíduo, com o propósito de humilhar.

Diário do Sertão 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou da matéria... Comenta, vai!