quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Dois suicídios nesta terça no Vale: ibiarense se enforca e jovem nova-olindense se envenena

Por Redação da Folha – Uma terça-feira, 31, trágica para duas famílias regionais, uma em Ibiara e outra, em Nova Olinda. Um agricultor de 50 anos e um jovem de 25 cometeram suicídio.
             
Depois de ingerir uma grande quantidade de bebida alcoólica em sua residência, o agricultor ibiarense Francisco Nunes dos Santos, conhecido como Chico Rola (foto), de 50 anos, disse que iria para a roça, mas a demora em retornar para casa motivou familiares a irem à sua procura e já o encontraram sem vida.
                
O homem enforcou-se em um pé de manga, que fica nas proximidades de sua casa, localizada no sítio Itãs, município de Ibiara. Ele residia com a esposa e deixa filhos, todos casados. Conforme familiares, Francisco já havia tentado suicídio outra vez.
                
Depois do trabalho pericial, o corpo do agricultor foi encaminhado a Patos para exame necrológico, que vai confirmar a causa do óbito. Conforme parentes da vítima, tratava-se de um homem muito trabalhador, mas era dependente químico do álcool, o que o levou à depressão.
                
Em Nova Olinda, no começo da manhã desta terça-feira, familiares encontraram o corpo do jovem Leonardo Leite Ferraz (foto), de 25 anos, já sem vida dentro de sua própria casa, que fica no sítio Saco.
                
Tudo indica que ele tenha cometido suicídio pela ingestão de veneno, mas o laudo necrológico deve apontar exatamente a causa do óbito. Depois do trabalho pericial, o corpo foi encaminhado para o núcleo de medicina legal de Patos.
                
Segundo informações, o jovem era solteiro e enfrentava uma depressão supostamente causada por algum problema de ordem pessoal, embora ele não demonstrasse desespero ou qualquer tendência a tirar a própria vida. O suicídio deixou chocada sua família e teve forte repercussão na cidade, onde, no final do ano passado, uma jovem também tirou a própria vida. O Vale é, proporcionalmente, a região brasileira onde mais as pessoas se matam.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou da matéria... Comenta, vai!