domingo, 19 de fevereiro de 2017

Cabral paga diária a outro preso para limpar sua cela em Bangu

O "funcionário" recebe R$ 15 por dia


A cela G de Bangu 8, ocupada por Sérgio Cabral, ex-governador do Rio de Janeiro, preso desde novembro de 2016, quando foi deflagrada a Operação Calicute, também desdobrada da Lava Jato, já tem um novo funcionário responsável pela faxina. É que Cabral costuma "contratar" outros detentos para dar uma repaginada em seus aposentos.

Ainda não se sabe por que o ex-governador do Rio "demitiu" o antigo funcionário. Já o valor pago pelos serviços diários está na casa dos R$ 15, segundo o colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo.

Apesar da má fase de Cabral, seu filho, o deputado federal Marco Antônio, não hesitou em rasgar elogios ao pai. "Ele sempre foi um pai maravilhoso e presente. No momento oportuno, terá a chance de falar com a sociedade", disse ele, antecipando que em 2018 lançará sua recandidatura.


Notícias ao minuto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou da matéria... Comenta, vai!