domingo, 19 de fevereiro de 2017

Ansiedade e depressão destroem nosso corpo - aqui estão 10 ervas que podem ajudar!


As pessoas se preocupam muito com a saúde física e, muitas vezes, se esquecem da psicológica.É justamente a saúde mental que influencia todas as atividades e funções do corpo. As pessoas se preocupam muito com a saúde física e, muitas vezes, se esquecem da psicológica.

É justamente a saúde mental que influencia todas as atividades e funções do corpo. Nos dias atuais, de muito estresse e frustrações, o consumo de antidepressivos infelizmente é bastante comum.

O problema é que esses medicamentos químicos têm efeitos colaterais, como:
- Convulsões
- Dificuldade para caminhar
- Problemas de memória
- Pele ou olhos amarelados
- Mudanças de humor (como pensamentos suicidas, alucinações)
- Perda da coordenação motora
- Fala arrastada ou dificuldade em falar

Por isso a melhor solução é buscar alternativas naturais. Aqui estão algumas:

1. Lavanda (ou alfazema)
A erva tem um cheiro agradável e trata distúrbios nervosos e depressão moderada.
A lavanda possui propriedades neuroprotetoras que ajudam no caso de distúrbios neurológicos e evitam oscilação de humor.
Você pode consumir a lavanda fazendo um chá.
Ou, se desejar, adicione algumas gotas de óleo essencial de lavanda na hora do banho e relaxe.
Há também a opção de colocar algumas flores secas na fronha do seu travesseiro, antes de dormir.
Atenção, pois esta erva pode ter efeitos colaterais, como irritação - caso seja aplicada sobre a pele -, aumento de apetite ou dor na cabeça.

2. Erva-de-São-João
Esta é uma planta que pode ser encontrada facilmente e é um ótimo antidepressivo.
É importante consultar o seu médico antes de consumir a planta.
Apesar de não serem comuns os efeitos colaterais, apenas se usada em excesso, ela pode provocar reações alérgicas à exposição solar.
Além disso, pode causar erupções cutâneas, diarreia, nervosismo, ansiedade, irritabilidade, tonturas, dor de cabeça, dor de estômago, fadiga, sensação de formigueiro, boca seca e problemas para dormir.

3. Valeriana
Ela combate dor de cabeça, ansiedade e insônia.
Ela costuma ser uma alternativa bastante segura, mas acontece, em casos raros, de causar desconforto, dores de cabeça e até mesmo insônia em algumas pessoas.
Portanto, se você quiser parar de usá-la, depois de certo tempo, é recomendável que reduza a dose durante uma semana ou duas antes de encerrar completamente o tratamento.

4. Flor de maracujá
Esta é uma flor exótica, com um cheiro agradabilíssimo, doce e que age como sedativo.
A flor de maracujá é ótima para tratar insônia, convulsões e ansiedade.
Ela promove o relaxamento, uma vez que reduz a atividade de algumas células no cérebro.
Além disso, é eficaz no tratamento de transtornos mentais, tendo menos efeitos colaterais sobre a capacidade cognitiva do que outros medicamentos químicos.
Apesar de ser considerada segura, raramente pode causar tonturas, vômitos, alterações da consciência, confusão, náuseas, ação muscular irregular e um ritmo cardíaco irregular.

5. Ashwagandha
Ashwagandha é frequentemente usada na Ayurveda.
Ela é sobretudo utilizada nos tratamentos de insônia e de agorafobia, que é a ansiedade estimulada pelo medo a espaços abertos e grandes multidões.
Um estudo randomizado realizado em 2012 incluiu 64 voluntários.
Os resultados deste estudo demonstraram que ashwagandha efetivamente reduz os níveis de cortisol, o hormônio associado ao estresse.
Você pode usar esta erva em forma de chá ou como um suplemento (cápsulas).
Se quiser consumi-la e não encontrar na sua cidade, existem lojas na internet que vende a planta em cápsulas (pesquise no Google).
Efeitos colaterais: Esta planta é considerada segura se consumida por via oral por um período curto de tempo.
No entanto, pode provocar efeitos colaterais como vômitos, diarreia ou dor de estômago.

6.Rhodiola
Muito comum na medicina chinesa, a rhodiola trata exaustão e fadiga crônica, diminuindo estresse e promovendo mais energia e sensação de bem-estar.
Além disso, ela regula náuseas , tremores, falta de ar e tonturas.
O uso prolongado e excessivo pode ser perigoso, mas ainda não se conhecem os seus efeitos colaterais secundários.
Suplementos desta planta são encontrados com certa facilidade na internet.

7. Camomila
Basta tomar uma xícara de chá de camomila todas as noites.
Assim, você vai garantir uma noite tranquila, sem ansiedade.
A camomila contém poderosos ingredientes ativos, como luteolina, apigenina, e α-bisabolol, que relaxam o corpo graças à  redução da pressão arterial.

8. Alecrim
Esta erva benéfica tem propriedades neuroprotetoras.
A fim de melhorar a sua memória e o desempenho cognitivo, você pode sentir o cheiro da erva fresca ou ingerir seu chá - o que também vai reduzir a tensão.
É bom procurar um médico antes de usar a erva para algum tratamento.
Não é seguro consumir o alecrim sem diluí-lo.
O uso excessivo (muito exagerado mesmo!) da erva pode causar vermelhidão da pele, reações alérgicas, sangramento uterino, irritação no rim, vômitos e aumento da sensibilidade ao sol.

9. Baunilha
Algumas pessoas ficam mais relaxadas só em sentir o cheiro de baunilha.
Por isso há muitos cremes e velas à base desse ingrediente.
Apesar de ser natural e segura, a baunilha pode causar dores de cabeça, inchaço, irritação ou insônia, se não for consumida com moderação.

10.Erva-cidreira
Reduz a ansiedade e aumenta a qualidade de vida em casos de demência grave.
Além disso, a erva-cidreira promove mais tranquilidade, fortalece a memória e a atenção.
É uma alternativa barata e segura, mas pode causar - se usada em excesso - dor abdominal, náusea, tonturas e vômitos.
O ideal é que os adultos consumam durante um mês, enquanto as crianças apenas por uma semana.

PARA TERMINAR...
Os antidepressivos naturais são seguros. Mas não pode haver consumo exagerado. E, mesmo naturais, o ideal é que sejam prescritos por seu médico.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou da matéria... Comenta, vai!