sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

1º projeto do prefeito de Ibiara enviado à Câmara causa polêmica e servidores ameaçam ir à Justiça

Por Redação da Folha – O primeiro Projeto de Lei encaminhado pelo prefeito de Ibiara, Nenivaldo Barros, à Câmara Municipal está causando polêmica. O projeto objetiva a atualização salarial do funcionalismo municipal, considerando o novo mínimo, mas, conforme alguns servidores, a matéria fere mortalmente a Constituição porque promove a redução de salário, o que é inconstitucional.
                
O projeto deverá ser votado pelos vereadores na manhã do próximo sábado, 4, mas alguns funcionários ameaçam recorrer à Justiça se o Projeto de Lei for aprovado. Conforme os servidores, vários funcionários de diversas categorias serão prejudicados se a lei passar pela Câmara.
                
Os servidores estão se organizando para ocuparem a Câmara no próximo sábado e cobrarem dos vereadores a rejeição da matéria, mas Nenivaldo tem maioria no legislativo e não deverá encontrar dificuldades para aprovar o projeto. No entanto, os servidores prometem resistir. Pelo outro lado, o prefeito, que assumiu o poder há pouco mais de um mês, defende-se e diz, através de sua assessoria, que o projeto não reduz salário, mas apenas corta privilégios implantados indevidamente pela gestão passada no contracheque de alguns servidores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou da matéria... Comenta, vai!