terça-feira, 17 de janeiro de 2017

'Tem gordinha que não se aceita', diz jovem sobre paródia de 'Deu Onda'

Vídeo com dança de publicitária passou de 4 milhões de visualizações. Jovem quis passar mensagem sobre respeito e aceitação do próprio corpo.


Com a melodia do funk do momento e uma paródia sobre comida e aceitação do próprio corpo, Cláudia Pereira, de 21 anos, começou esta quarta-feira (11) com mais de 4 milhões de visualizações em um vídeo em que dança uma versão de "Deu Onda”, criada pelo youtuber Rafinha Sanchez. “Tem muita gordinha que não se aceita. Quero mostrar que podemos ser felizes do jeito como somos, que as pessoas enxerguem como a gente se enxerga, se amando”, declarou a jovem, natural de João Pessoa. 

Publicitária de 21 anos viralizou na internet com performance de paródia da música 'Deu Onda' (Foto: Reprodução/Youtube)


O vídeo foi produzido no domingo (8) e publicado no perfil da jovem no Facebook na segunda-feira (9). Na terça-feira (10), o vídeo já tinha alcançado 1 milhão de visualizações.

Sem muita produção, Cláudia vestiu apenas um biquíni e e escolheu como cenário uma mesa repleta de comidas. Com a câmera ligada, a jovem, formada em marketing, fez uma
performance incentivando a aceitação do próprio corpo e demonstrando amor próprio. “O pessoal notou isso, de eu me aceitar, me amar, sair dos padrões estéticos”, comentou.

A jovem faz sua performance cheia de alegria. "Essa é a mensagem que eu tento passar, me aceitar como sou, mostrar que sou feliz, que gosto de usar as roupas que eu quiser, e quero mostrar isso para as outras gordinhas”, explicou a jovem.

Viral rende novos planos
Comentários como: “Se ela é feliz assim, também posso ser!”, “Menina linda. Você arrasou, é isso aí. Seja mais você”, "Um sorriso que transborda felicidade. Uma prova que não existe padrão ideal pra beleza", incentivaram a publicitária a perpetuar a mensagem de aceitação ao próprio corpo. “Não imaginava tudo isso, foi muito rápido. Meu celular não para de receber notificação, não consigo nem ver o que falam. Ainda não caiu a ficha”, afirma Cláudia.

Cláudia utilizou comida para compor performance (Foto: Reprodução/Facebook)

Os comentários positivos sobre o vídeo fizeram a publicitária se sentir realizada. “Foi o que me deixou mais feliz. É a minha intenção mostrar isso, essa [minha] felicidade, esse amor próprio. As pessoas comentando sobre os corpos delas, dizendo que se aceitam, elogiando. Comecei a me emocionar com a galera mandando mensagem”, revelou a paraibana. “Também há quem critique, mas eu não ligo”, completou.

Cláudia confessou que as suas redes sociais agora não param mais de receber mensagens e ela quer devolver o carinho que está recebendo desde segunda-feira, mas explicou que não está conseguindo devido ao grande volume de interações.

Cláudia quis passar mensagem de aceitação do próprio corpo (Foto: Reprodução/Facebook/Cláudia Pereira)

Repercussão fez criar canal
Com a grande repercussão, Cláudia Pereira criou um canal no Youtube, depois que o público muito pediu. Dessa forma, ela vai continuar a perpetuar a mensagem de aceitação de seu corpo, além de comentar sobre temas cotidianos e dicas de moda. “Muita gente já pedia para eu fazer blog ou canal. Mas eu trabalhava o dia todo e não tinha tempo. Ontem [terça-feira] precisei criar de todo jeito”, disse.

O canal quer quebrar preconceitos, passar dicas de moda e de looks. “Aqui na região [de João Pessoa] é pouca a diversidade de moda para o nosso tamanho. E, claro, vou fazer coisas de humor”, adiantou. A publicitária tem planos de ir estudar na Alemanha e já tem até passagem marcada para o fim do primeiro semestre. Mas se as coisas mudarem e o sucesso do viral continuar, Cláudia Pereira é enfática. “Posso mudar de ideia”, finalizou.

Com G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou da matéria... Comenta, vai!