domingo, 15 de janeiro de 2017

MOREIRA FILHO


Jovem talento paraibano que procura explorar a sua natural nuance vocal com o objetivo de expandir a cultura e a arte nordestina. Nascido em Itaporanga, no alto sertão da Paraíba, localizado na região do Vale do Piancó, a sua criatividade e a musicalidade são elementos que dão origem a um projeto sólido e autêntico influenciada por grandes profissionais da música e por nossas manifestações culturais. Tal intenção tem levado o jovem músico a construir, degrau por degrau, sua jornada marcada por um trabalho intenso de pesquisa, e busca de referências, o que o faz descortinar a beleza e a riqueza de nossos grandes mestres. 

Sua atuação no palco faz renascer o tradicional forró pé de serra, pura poesia e som, sensibilizando um público de diferentes classes e gerações. O jovem acrescenta um toque pessoal de alegria, simpatia e irreverência ao seu trabalho.

Moreira Filho nasceu no dia 15 de janeiro de 1986, onde morou ate os 18 anos de idade; No ano de 2006 se mudou para a cidade de Campina Grande para tentar sua formação acadêmica no curso de fisioterapia, pelo qual hoje é formado; Moreira Filho tomou gosto na
musica que veio através do solo seco e do clima da vegetação árida do sertão nordestino, desde criança escutava através do rádio as canções de nomes consagrados da musica nordestina como Luiz Gonzaga, Marines e Jackson do pandeiro.

Sua primeira experiência musical fou em 2007, na cidade de Campina Grande, cantando no conjunto musical de nome “Rabo de Cuia”, formado por um grupo de jovens universitários; Contudo, Moreira Filho continuou a cantar sozinho os ritmos regionais como baião, maracatu, xote, frevo, caboclinhos, forrós e toadas popularizadas por Luiz Gonzaga, Jackson do Pandeiro, Trio Nordestino, Elba Ramalho, Dominguinhos, Sivuca, Maciel Melo, Pinto de Acordeom, Jacinto Silva, Flavio Jose e Marines, que foi sua orientadora musical.
Em quase 10 anos de carreira solo, ele sempre procurou preservar o forró pé de serra e enxerga nas tradições da região fonte de inspiração para suas composições; Quem vê Moreira filho se apresentando em casas de espetáculos pelo Brasil afora, principalmente no Nordeste, vê como algo novo e que resgata o que de melhor foi feito na música popular do Brasil, principalmente no meio onde mora. 

Com novos arranjos e interpretações próprias; é conhecido pela performance eletrizante no palco. Já tem vários CDs lançado no mercado fonográfico todos voltado ao forro pé de serra , valorizando e fortalecendo nossa cultura., Moreira Filho Já dividiu palco com grandes artistas. Sua juventude expressa o que há de melhor do nosso autêntico forró de raiz.

TRAJETÓRIA: Com uma discografia de 5 álbuns, o primeiro lançado no ano de 2006, ainda com o conjunto musical formado por jovens universitários lançou seu primeiro trabalho, que já contava com as participações musicais de nomes como o de Ton Oliveira, Niedson Lua, Tony Dumond e Ranniery Gomes. No ano de 2010 lança seu segundo CD e o primeiro em carreira solo, onde o artista faz uma homenagens a rainha do xaxado, no álbum: Moreira Filho Canta Marines E Sua Gente, homenagem mais que justa, aquela que foi a maior cantora de forro do Brasil, um disco independente, que conta com as participações de outros forrozeiros como: Amazan, Biliu de Campina, Celso Hoton, e Ranniery Gomes.

Já em 2012, Moreira Filho idealiza um projeto que foi aprovado e patrocinado pela Rede Globo Nordeste e lança o terceiro trabalho musical de sua carreira mais um trabalho voltado a cultura nordestina, o álbum: Pra Machucar Um Coração e um CD quase todo autoral, que conta com as participações de grades nomes da musica regional a exemplo de: Irah Caldeira, Rogerio Rangel, Sandra Beler, Danilo Pernambucano, Ranniery Gomes e Emiliano Pordeus, e, no mesmo ano foi aprovado mais um projeto seu, dessa vez pelo FIC (Fundação Augusto dos Anjos), o fundo de incentivo a cultura do estado da Paraíba, onde o artista faz um tributo aos 3 do nordeste com o álbum:  “Moreira Filho Tributo aos 3 do nordeste’’.

“Esse trabalho é muito especial para mim, pois representa mais um em minha carreira, a realização de um grande sonho, além de homenagear os grandes mestres dos 3 do nordeste (Parafuso, Zé Pacheco e Cacau). Ainda tive a oportunidade gravar com outros grandes nomes da musicas que abrilhantaram ainda mais esse novo trabalho a onde eu divido algumas faixas com Santana O Cantador, Adelmario Coelho, Ton Oliveira e Nádia Maia”. Pontua o músico.

No ano de 2015 lança o quinto CD de sua carreira o: MOREIRA FILHO FORRO PÉ DE SERRA AO VIVO E EU AINDA SOBREVIVO, um disco gravado ao vivo na cidade de Campina Grande, durante as festividades do Maior São João do Mundo, CD esse que conta com as participações especiais da cantora Cristina Amaral e do cantor e compositor Petrucio Amorim, com esse nome sugerido pelo próprio Petrucio. O mesmo diz que o forro pé de serra ainda sobrevive com muita força com o jovens de talento que é o caso de Moreira Filho.  Por fim,  Moreira dedica toda sua trajetória àqueles que o acompanham nessa jornada, acreditando que o trabalho, produzido com amor, dedicação e profissionalismo e voltada a nossa cultura nordestina,  um dia irá coloca-lo no lugar merecido por aqueles que tem compromisso com o seu povo.

COMO COMPOSITOR: Moreira filho já tem mais de 30 musicas gravadas por alguns nomes da música nordestinas e sertanejos universitário: como Ton Oliveira, no ano de 2015 gravou a música: Minha Delicadeza, de composição de Moreira Filho é Acrizio de Franca. Essa música já tem mais de 15 regravações em todo Nordeste. No ano de 2014 teve a música: Fazendo Charminho, gravado pela cantora Gitana Pimentel, música essa que é de composição de Moreira filho em parceria com Targino Gondim.

Sem contar com outras musicas de composição individual, já gravadas por nomes como: poeta Francinaldo, Fabiano Guimarães, Dió de Araújo e Trio Xamego., Fagner Lopes., Savio Deluca e mais de 40 artistas, já gravaram suas musicas.

Em 2017, Moreira Filho vai lançar no mercado fonográfico, o CD que comemora seus 10 anos de carreira um trabalho 100% autoral, com músicas próprias um disco que vem 14 faixas inéditas de composições do cantor e compositor itaporanguense.

POLIDORES DA PEDRA - MPB
Paulo Rainério Brasilino

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou da matéria... Comenta, vai!