domingo, 22 de janeiro de 2017

Jovem detido neste sábado confessa assalto a vereadora de Piancó e inocenta rapaz preso há 23 dias

Por Redação da Folha – Policiais civis cumpriram cinco mandados de busca e apreensão na manhã deste sábado, 21, em Igaracy. Os mandados foram concedidos pela Justiça a pedido da delegada Sílvia Alencar e têm relação com o assalto a vereadora de Piancó, Christiane Remígio, e a mais duas mulheres, no dia 29 de dezembro passado em uma rua da cidade piancoense, praticado por homens em um carro. Horas depois um jovem foi preso, mas sempre negou o crime.
            
Somente em uma das residências vistoriadas neste sábado, na Rua Pedro Valdemar, é que a polícia encontrou ilícitos: foram apreendidos uma motocicleta com sinais de adulteração e um revólver calibre 38 de propriedade do jovem Jonathan Silva Santana, conhecido como Jhoni, de 18, que foi preso e conduzido à delegacia de Piancó.
            
Na delegacia, durante depoimento ao delegado Renato Leite, o jovem confessou envolvimento no assalto à vereadora e deu detalhes do crime: o plano, a execução, a fuga e o rateio dos produtos e dinheiro provenientes do roubo, cometido, conforme suas declarações, por cinco pessoas, das quais ele foi o único preso, e não pelo assalto, porque já livrou o flagrante, mas foi para a cadeia por não ter conseguido pagar a fiança arbitrada pelo delegado pela posse da arma.
            
As revelações de Jonathan Silva inocentam a única pessoa que se entra presa até hoje por suposto envolvimento no crime: o jovem Geraldo Antônio de Sousa Júnior, de 21 anos,
conhecido como Júnior de Arú, que foi preso em Igaracy, onde reside, no final da noite do dia do fato, e, desde então, passados 23 dias, está recolhido à cadeia de Piancó.
            
Apesar de ter sido autuado em flagrante e ter a prisão preventiva decretada, Júnior sempre negou envolvimento no fato. Dias depois do assalto, dois adolescentes procuraram a delegacia de Piancó para confessarem participação no crime e também inocentarem Júnior, mas eles não foram considerados, e agora os nomes dos dois e de mais duas pessoas aparecem no depoimento de Jonathan como envolvidos no roubo, menos o do rapaz que está preso. “Júnior está preso inocente”, disse o rapaz detido hoje em trecho do seu interrogatório.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou da matéria... Comenta, vai!