terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Cientistas encontram ancestral mais antigo dos humanos na China

O 'Saccorhytus' viveu há 540 milhões de anos


Cientistas do Reino Unido, China e Alemanha afirmaram que encontraram o ancestral mais antigo dos humanos, que viveu há 540 milhões de anos. Os fósseis, descobertos na província chinesa de Shaanxi estão estranhamente bem preservados".

De acordo com o G1, o Saccorhytus é um animal aquático microscópico, que representa a fase mais primitiva da cadeia evolutiva dos humanos.

"Acreditamos que, por se tratar de um deuterostômio primata, ele pode representar a fase primitiva de diversas espécies, inclusive de nós, humanos. Todos os deuterostômios tinham um ancestral comum, e provavelmente seja desse animal que se trata", afirma o pesquisador Simon Conway Morris, da Universidade de Cambridge, no Reino Unido.

Os pesquisadores afirmaram que o Saccorhytus tinha ânus. A descoberta poderia sugerir que o consumo de comida e as excreções eram feitos pelo mesmo orifício.

"A olho nu, os fósseis que estudamos possuíam pequenos pontos pretos, mas no microscópio o nível de detalhe se revelou surpreendente", explica.


Notícias ao Minuto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou da matéria... Comenta, vai!