terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Cientista afirma ter certeza da existência de vida após a morte

Existe vida após a morte?


Esta não é uma matéria que fala de reencarnação, de religião, mas de vida além desta que conhecemos. Dr. Eben Alexander, formado em Harvard, é um neurocirurgião conceituadíssimo. Ele acredita e vive pela ciência. Por isso deseja que ela considere a existência do Paraíso.

Se você está pensando que o dr. Eben é só mais um religioso pregando a salvação da alma, engana-se. O neurocirurgião americano nunca acreditou em vida após a morte, até ter a experiência de uma semana no céu. Como assim, "uma semana no céu"?!

Calma, vamos contar tudo. Segundo ele, sempre que um paciente saía de coma e relatava uma experiência sobrenatural, a equipe médica procurava mostrar explicações científicas para o ocorrido.

Em 10 de novembro de 2008, o dr. Alexander foi diagnosticado com uma forma rara de meningite. Levado às pressas ao hospital com fortes dores de cabeça, acabou ficando em
coma por sete dias. Os médicos acreditavam que ele não tinha chances de sobreviver. Enquanto isso, o neurocirurgião vivia a experiência mais incrível de sua vida.

Sentindo que não tinha corpo, nem lembranças de quem era, viu-se num lugar cheio de lama e escuro. Vida após morte. Mas não demorou para chegar ao lugar que tantos almejam: o  Paraíso.

Lá era diferente de tudo, bonito e tranquilo, com muitas flores e borboletas. Foi aí que Dr. Alexander viu uma mulher linda, de asas e com um olhar terno. Ela disse: "Você é amado e querido para sempre!" e completou: "Não tenha medo. Você verá muitas coisas aqui, mas ainda voltará".

"Voltar para onde?" -  se perguntou. Além disso, ele disse que sentiu a presença de Deus em tudo. Uma semana depois, dr. Alexander retornou. Consciente e com saúde outra vez, publicou o livro: "Uma prova do céu", contanto toda a experiência vivida e como ela modificou a sua relação com a família.

Ele era cético, materialista e, no livro, faz questão de contar que se tornou um marido, um pai e um ser humano melhor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou da matéria... Comenta, vai!