terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Bombas doadas para antecipar a Transposição estão a caminho do NE


O transporte dos equipamentos utilizados na captação da reserva técnica do Sistema Cantareira, em São Paulo, para o município de Floresta, em Pernambuco, onde serão utilizados para acelerar a transposição do rio São Francisco e auxiliar o abastecimento de água no interior de Pernambuco e da Paraíba, começou na tarde dessa quarta-feira (4).

Os equipamentos foram cedidos pelo governo do Estado de São Paulo ao Ministério da Integração Nacional, que é responsável pela logística de transporte.

Mais de 30 carretas levam 1.800 metros de tubulação (dividida em 150 segmentos de 12 metros), quatro conjuntos de bombas flutuantes, 1.360 metros de cabos, quatro motores (sendo dois reservas) e outros equipamentos elétricos.

A operação é considerada complexa não só pelo tamanho da carga, mas também por conta da distância, já que cada veículo percorrerá mais de 2,3 mil km em três dias de viagem. Em média, quatro carretas serão carregadas por dia e a previsão é que a entrega seja concluída no dia 15 deste mês.

Os equipamentos vão ser cedidos para auxiliar a chegada da água por um período de 120 dias, mas com possibilidade de prorrogação. A instalação dos equipamentos vai contar com
apoio de técnicos da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp).

Os equipamentos vão ser instalados no reservatório de Braúnas e a água captada seguirá para a represa de Mandantes, no mesmo município pernambucano, chegando a Monteiro, primeira cidade paraibana a ter o abastecimento reforçado.

De acordo com previsão do Ministério da Integração Nacional, o uso das bombas flutuantes deve antecipar em até 25 dias a chegada da água a Monteiro e, na sequência, a Campina Grande.

Política Mais Cedo / com Portal Correio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou da matéria... Comenta, vai!